sexta-feira, setembro 10, 2010

ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO

ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO

1. QUAL DAS ALTERNATIVAS TRAZ A CONCEPÇÃO CORRETA DE LETRAMENTO?

  •  Método centrado no domínio do código, que se revelou suficiente enquanto estiveram em vigência determinadas condições históricas próprias do aprendizado da leitura e da escrita.
  •  Comporta a dimensão individual do domínio técnico de ler e escrever e a dimensão cultural, com um conjunto de atividades sociais que envolvem a língua escrita.
  • Domínio dos elementos materiais de sua codificação (letras e sons) e não dos elementos de textualidade que constroem o âmbito discursivo oral e escrito.
  • Formação de um leitor capaz de compreender o significado dos discursos, porém, sem interpretar os elementos históricos, científicos e ideológicos que os constituem.

2. COM RELAÇÃO AO CONCEITO DA ESCRITA COMO REPRESENTAÇÃO DA ORALIDADE, MARQUE A ALTERNATIVA CORRETA.


  • Para decodificar os sinais da escrita, precisamos conhecer sua relação com os fonemas.
  •  A forma visual da coisa que é fonetizada guarda relação com sua representação escrita.
  • A escrita é o “desenho” da fala humana, para isso utilizamos as letras e os sinais gráficos próprios do código escrito.
  • A escrita se relaciona com a fala, isto é, representa com sinais gráficos, que denominamos fonemas, os sons da voz humana.

3. COM RELAÇÃO AO TRABALHO DE REVISÃO DE TEXTO, É POSSÍVEL AFIRMAR QUE:

  • esta atividade é melhor compreendida quando feita individualmente pela criança sem o intermédio do professor.
  • por meio da revisão textual, o professor ensina a gramática de forma tradicional, centrada em exercícios repetitivos.
  • o processo de reescrita não permite que as crianças retirem ou acrescentem elementos para modificar o texto.
  •  reescrever ajuda a criança a ser um interlocutor que se afirma ao produzir seu texto para o outro ler, entender, questionar, aceitar ou recusar.

4. ASSINALE A ALTERNATIVA QUE CORRESPONDE À CONCEPÇÃO DE ALFABETIZAÇÃO NA PERSPECTIVA SOCIAL.


  • Considera-se alfabetizado quem é capaz de utilizar a escrita conforme sua vontade e necessidade, tanto veiculando seu próprio discurso quanto interpretando o discurso escrito de terceiros, identificando sua intencionalidade.
  • Orienta-se pelo princípio de que o processo privilegia o reconhecimento das letras e de seu valor fonético, o que obriga a partição da linguagem em seus elementos materiais mais simples: sílabas, letras e fonemas.
  •  Conceber a escrita numa perspectiva social implica entendê-la como produção humana e compreender a forma que ela assume sob determinada organização social e quais funções ela cumpre.
  • O ensino da língua escrita, no período da alfabetização, não se reduz ao mero domínio do código, pois este é apenas um instrumento de realização de determinadas funções e, como tal, não esgota todas as possibilidades sociais da escrita.

5. ASSINALE A ALTERNATIVA CORRETA.


  •  Escrever um texto significa ser movido pela intenção de comunicar-se com um interlocutor real ou virtual.
  • O reiterado exercício de escrever justifica o desenvolvimento de atividades escolares que comportam a artificialidade como recurso didático, isto é, que não se relacionam com as condições reais da experiência social do aluno, para incentivá-lo no aprendizado da escrita.
  • O objetivo que leva à elaboração do texto e o interlocutor a quem este se dirige definem a escolha do tipo de texto e da linguagem mais adequada, a seleção das informações e os argumentos; enfim, estruturam o conteúdo e a forma do texto.
  • O desenvolvimento da prática de produção de texto requer o uso de diferentes recursos da Língua Portuguesa, adequando-os às diversas situações, ao grau de formalidade necessária, aos objetivos pretendidos e ao interlocutor.

6. ASSINALE A ALTERNATIVA QUE SE REFERE À SISTEMATIZAÇÃO PARA O DOMÍNIO DO CÓDIGO.


  •  Compreende as relações entre fonemas e letras, percebendo a existência de relações permanentes, cruzadas e arbitrárias, identificando as letras e seus diferentes valores fonéticos, e reconhecendo a exigência de uma única forma de grafia para uma dada palavra.
  • Envolve, desde a simples denominação de elementos de desenho do próprio aluno até relatos que supõem textos narrativos, narrativos-descritivos, informativos, dissertativos e de correspondência.
  • Contempla uma tipologia variada de textos, buscando promover o conhecimento da função social e dos mecanismos constitutivos de cada tipo.
  • Objetiva apreender os mecanismos de constituição de sentido do texto, tais como: concordância, regência, organização e ambiguidade.

7. SEGUNDO SOARES,


  • o letramento consiste não apenas em saber ler e escrever, mas também no cultivo das atividades de leitura e escrita que respondem às demandas sociais de exercício destas práticas. É correto afirmar que o letramento é:

  • dedicado em ensinar/aprender a ler e a escrever.
  • a prática pedagógica do aprendizado da leitura e da escrita por meio da cartilha, que perdurou durante um longo período chamado de Ensino Fundamental.
  • o método centrado no domínio do código, que se revelou suficiente enquanto determinadas condições históricas próprias do aprendizado da leitura e da escrita estiveram vigentes.
  •  o resultado da ação de ensinar/aprender a ler e escrever: o estado ou a condição que adquire um grupo social ou um indivíduo como consequência de ter-se apropriado da escrita.

8. EM QUAIS DAS ALTERNATIVAS ABAIXO ENCONTRAMOS CARACTERÍSTICAS DE ALFABETIZAÇÃO NA CONCEPÇÃO TRADICIONAL?


  •  Tem-se a concepção de que a criança está alfabetizada quando conhece conjuntos de famílias silábicas.
  • Configura-se pelo uso da cartilha como sistematizadora dos procedimentos selecionados, com métodos orientados, basicamente, pelo princípio da síntese ou da análise para chegar à codificação/decodificação dos elementos da escrita.
  • O elemento norteador dos procedimentos alfabetizadores é o próprio texto oral e escrito. Enquanto unidade de sentido da língua, no interior do qual a palavra, a sílaba e a letra ganham seu contexto.
  • O texto é utilizado como um mero pretexto para a apresentação da palavra-chave, na tentativa de motivar a criança ao estudo.

9. A ANÁLISE LINGUÍSTICA É UMA DAS QUATRO PRÁTICAS QUE NORTEIAM O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO. SOBRE ELA, É CORRETO AFIRMAR QUE:

  • na análise linguística, o texto é apenas um pretexto para identificar as classes de palavras. Por meio da análise, não é abordada a constituição de sentido do texto, tais como: concordância, regência e clareza.
  • a reescrita de texto não é uma atividade recomendada para desenvolver a análise linguística, já que, por meio dela, não se apreende os mecanismos próprios da análise.
  •  é uma atividade paralela às atividades de leitura e produção textual que objetiva assimilar os mecanismos de constituição de sentido do texto.
  • o trabalho de análise linguística consiste na memorização mecânica de regras gramaticais por meio dos textos.

10. O PROCESSO INICIAL DE APROPRIAÇÃO DA LÍNGUA ESCRITA ASSUME,

  • nos primeiros níveis de educação escolar, um papel fundamental ao instrumentalizar a criança para a inserção na cultura letrada. Sobre a relação entre aprendizagem da língua escrita e desenvolvimento do pensamento, é correto afirmar que:

  • não se pode considerar o texto oral e escrito como o elemento norteador do ensino e da aprendizagem no processo de alfabetização.
  •  a apropriação da linguagem, quer oral, quer escrita, não é natural ou espontânea: exige a inserção do aluno na realidade histórico-social pela mediação do professor, que desenvolve um processo pedagógico com encaminhamentos metodológicos bem-definidos.
  • nesse processo de aprendizagem, o texto é um pretexto para a apresentação da palavra-chave ou de famílias silábicas, letras e fonemas.
  • o processo de aquisição da escrita só se inicia a partir do momento em que a criança ingressa na escola. O contato que a criança tem com a escrita pela interação com pessoas que leem e escrevem, e pela manipulação de material escrito não é relevante.

9 comentários:

  1. Boa tarde!

    Como faço para obter a apostila de Alfabetização e Letramento?

    Obrigada!

    ResponderExcluir
  2. Virna Gomes procure o site da IESD se quiser comprar, caso queria em PDF no portal ava têm.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Prova concluída com sucesso!!!
    Resultado final : 4.0
    LETRAMENTO NO BRASIL
    1. As etapas que compõem uma atividade de estudos são:
    • compromisso, envolvimento e autoestima.
    • controle, obediência e cópia.
    • planejamento, monitoração e revisão/correção. CORRETA
    • inspiração, descontração e prazer.
    2. Observe:
    A ideia de que uma sociedade leitora é também solidária constitui um dos mitos correntes sobre leitura, o qual é facilmente desmontado quando se percebe que

    • as pessoas que mais gostam de ler são exatamente aquelas que são mais caridosas e compreensivas.
    • os países que mais lêem são exatamente aqueles em que mais se percebe a preocupação em ajudar os pobres.
    • os governantes mais justos e equilibrados são aqueles que mais se interessam em ler.
    • os maiores consumidores de livros são os mais ricos, e nem por isso são mais solidários e altruístas. CORRETA
    3. O CARÁTER BIDIMENSIONAL DA ESCRITA PERMITE:

    • reproduzir com exatidão as formas como as frases são enunciadas, ajudando na sua compreensão.
    • escrever textos longos e de difícil memorização, principalmente documentos oficiais e tratados acadêmicos.
    • criar novas palavras e frases, tornando a língua nacional mais rica e dinâmica e de melhor compreensão.
    • construir quadros, tabelas, esquemas e mapas, permitindo a apreensão da realidade de outras formas. CORRETA
    4. Instâncias de produção do conhecimento podem ser caracterizadas como

    • instituições de diferentes características e funções que compõem a organização social. CORRETA
    • situações de vida em que as pessoas estudam ou trabalham de forma organizada.
    • o momento em que uma pessoa ou um grupo de pessoas cria novas ideias.
    • grupos políticos que querem influir no pensamento das pessoas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe pela demora.
      Muito obrigada por sua colaboração!.
      Abraços e bons estudos.

      Excluir
    2. Obrigada chegou em boa hora. Agora preciso de questoes sobre pratica educativa da lingua portuguesa em eja. Desde ja agradeco. abracos.

      Excluir
  4. Prova concluída com sucesso!!!
    Resultado final : 4.0
    PRÁTICA EDUCATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA
    1. [QuestãoID 36962] Leia o excerto abaixo.


    "Levanto cedo, faço minhas abluções, ponho a chaleira no fogo para fazer o café e abro a porta do apartamento - mas não encontro o pão costumeiro. No mesmo instante me lembro de ter lido alguma coisa nos jornais de véspera sobre a greve do pão dormido [...]"
    Rubem Braga

    Pelas características que aparecem no fragmento acima, pode-se afirmar que é um texto

    narrativo. CORRETO
    descritivo.
    informativo.
    dissertativo.
    2. [QuestãoID 36976] A seleção do texto de leitura e interpretação obedece a alguns critérios.


    I. Qualidade textual e riqueza vocabular.
    II. Conteúdo relevante e atrativo para a faixa etária.
    III. Nível de complexidade/dificuldade compatível com a capacidade de compreensão/interpretação dos alunos.

    São corretas as afirmativas:

    I e III.
    I e II.
    I, II e III. CORRETA
    II e III.
    3. [QuestãoID 36973] Sinais gráficos da escrita, como a convenção espacial da direção da escrita, embora conteúdo aparentemente simples,

    precisam ser explicados para o aluno, pois a sequência dos signos sonoros da oralidade não serve de referência gráfico-visual da escrita. CORRETA
    não precisam ser explicados para o aluno, pois sua aprendizagem pode se dar espontaneamente.
    não precisam ser explicados para o aluno, basta seguir as sequências apresentadas nos modelos dos livros didáticos.
    precisam ser explicados para o aluno somente uma única vez, o qual deverá empregá-lo sem ajuda do professor.
    4. [QuestãoID 36975] Assinale a alternativa correta.

    Para que os alunos não gravem os erros, é importante que o professor não utilize, na prática pedagógica, os textos dos próprios alunos, pois eles geralmente apresentam muitos erros.
    O professor deve proceder às correções dos textos dos alunos e apresentar-lhes o texto já reescrito.
    Não convém discutir com os alunos os problemas de inadequação de seus textos, pois os alunos tendem a gravar o erro.
    Na linguagem oral existem variedades dialetais que não correspondem à norma-padrão, mas são igualmente válidas, do ponto de vista linguístico. Já o ensino da escrita deve orientar-se pela norma-padrão, mas sem desqualificar preconceituosamente a expressão dialetal dos alunos.CORRETA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e colaboração!!.
      Sê preferir clique na caixinha para seguir o blog a sua direita e toda vez que eu fizer um post novo no blog, você receberá em seu e-mail as novidades.
      Abraços e bons estudos!

      Excluir
  5. Respostas
    1. Obrigada pela visita em meu blog!.
      Bons estudos
      Abraços

      Excluir

Deixe seu comentário!

Postagem em destaque

Entre em contato e peça um orçamento!.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...