segunda-feira, dezembro 27, 2010

Colaboração de outros Cursos

Olá amigos(as) e seguidores deste blog,
Hoje consegui um tempinho para colocar algumas coisas em dia e vi este e-mail da nossa colega de Faculdade Luciana Felix, que gentilmente nos enviou sua prova do curso de Pós Gradução em Psicopedagogia, eu estou postando pois futuramente poderá ser de interesse de alguém.
Obrigada Luciana pela prova!.

FUNDAMENTOS BIOLÓGICOS DO DESENVOLVIMENTO INFANTIL


1. PEDIATRAS AFIRMAM QUE UM BEBÊ PODE DOBRAR SEU PESO APÓS O NASCIMENTO APROXIMADAMENTE COM 180 DIAS DE VIDA. ESSA MUDANÇA SE DEVE PRINCIPALMENTE PELA:
alimentação, estímulos e ação hormonal de crescimento.
alimentação, higiene e estímulos da inteligência.
alimentação, ação hormonal e bom sistema imunológico.
ingestão de proteínas, vitaminas e por estímulos físicos.


2. EM QUALQUER AGLOMERADO HUMANO EXISTEM ÁREAS DE USO, INTERESSE E RESPONSABILIDADES COMUNS RELACIONADAS À HIGIENE SOCIAL.

A quem cabe promover condições e limpeza das escolas?

Alunos, funcionários, direção, governo.
Comunidade, alunos e faxineira.
Professora, pais e alunos.
Governo, direção e pais.

3. A ALIMENTAÇÃO PODE CONTRIBUIR PARA QUE A CRIANÇA TENHA UM SONO
TRANQÜILO SE:
a criança descansou e comeu muito, pois assim não sentirá fome.
a criança se alimentou antes de dormir e de forma satisfatória.
a criança brincou bastante e comeu pouco, pois assim não pesa.
a criança comeu o alimento, descansou e tomou leite.

4. QUANDO A CRIANÇA ESTÁ EM PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO CONTROLE DAS FUNÇÕES DE MICÇÃO E DEFECAÇÃO, É NECESSÁRIO:

ensiná-la e acompanhá-la sempre com paciência tanto em casa como na escola.
ajudar a criança a fazer tudo sozinha para seu aprendizado.
deixá-la utilizando fraldas até que estejam sempre limpas.
repreendê-la sempre que fizer suas necessidades em lugares inapropriados.



segunda-feira, dezembro 20, 2010

PROVA "N2"


Enviado pela colega Eliane Pereira
Obrigada!.

1. LEIA ABAIXO:
“Ao lado da chamada literatura adulta, Monteiro Lobato deixou extensa obra voltada para o público infantil, justamente um campo até então mal explorado em nossas letras.”

Sobre Monteiro Lobato, assinale a alternativa correta.
  • Criou um universo para a criança, “num cenário natural, enriquecido pelo folclore de seu povo, aspecto indispensável à obra infantil”.
  • Buscou o internacionalismo na criação de personagens que refletiam a brasilidade na linguagem, nos comportamentos, na afetividade, na relação com a natureza.
  • Sua literatura não tinha um caráter moralista nem pedagógico, seus personagens em nada lembravam o povo brasileiro.
  • Publicou em 1937,  Narizinho Arrebitado, que já apresentava um apelo à imaginação, movimentação dos diálogos, enredo, linguagem visual, humor e graça na expressão lingüística.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. OBSERVE ABAIXO:
Os estudos recentes de Lingüística e da Análise do Discurso afirmam que os significados das palavras são flutuantes e variáveis; portanto, o sujeito leitor projeta, sobre a materialidade das palavras, significados que variam de leitor para leitor, detalhes, pequenas distinções, que são frutos da individualidade de cada leitor.

O professor pode comprovar esses estudos em sala de aula:
  • lendo o mesmo texto em situações diferentes de sala de aula, em momentos diferentes do ano, ou até mesmo em anos diferentes. Certamente, as interpretações de um mesmo leitor serão diferentes.
  • apresentando o texto em situações diferentes perceberá que, se a leitura foi realizada de forma adequada, certamente as interpretações de leitores diferentes serão iguais, pois, com a leitura correta, perceberão as idéias do autor.
  • apresentando o texto apenas uma vez em sala de aula, pois ler é questionar o mundo e ser questionado por ele; assim se forma um leitor competente.
  • lendo sempre textos diferentes nas situações de sala de aula; jamais se recomenda ler o mesmo texto, pois isso certamente passará aos alunos a idéia de que o professor não teve tempo de organizar sua aula.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. EXISTEM PROCEDIMENTOS QUE CONTRIBUEM PARA INTENSIFICAR A AFINIDADE ENTRE CONTADOR E OUVINTE:
I. As fórmulas conhecidas de início de contos: era uma vez, num lugar distante, um belo dia”, entre tantas outras.
II. Quando o texto, objeto da contação, desencadeia a memória afetiva ligada às histórias ouvidas na infância.
III. A entonação do relato, a sonoridade das palavras, os gestos do contador.

São corretas as afirmações:
  • I e III.
  • I e II.
  • I, II e III.
  • II e III.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. COM RELAÇÃO AO SURGIMENTO DA LITERATURA INFANTIL, PODE-SE AFIRMAR QUE:
  • no  período medieval as crianças nobres liam as histórias de aventuras de autores consagrados.
  • surgiu, particularmente, com a tradição escrita. Suas fontes estão no folclore, lendas, mitos e narrativas exemplares.
  • a princípio não visava a fins moralizantes, somente depois do século XV é que ela foi utilizada para esse fim.
  • surgiu com o próprio homem que, ao sentir necessidade de transmitir idéias e acontecimentos, buscou na ficção uma maneira de transmitir cultura

sexta-feira, dezembro 17, 2010

Telma Weisz - O Diálogo entre o ensino e a aprendizagem

- MEU BATISMO DE FOGO.
Weisz cursou o Normal no Instituto de Educação, no Rio de Janeiro, possivelmente influenciada pela professora de seu curso primário de quem gostava muito. Ao longo do curso, estando envolvida com outros interesses (artes plásticas) quis sair, mas seus pais a convenceram a continuar. Fez, então, o Instituto de Belas Artes (atual escola de Artes Visuais do Parque Lage).
Em 1962, quando cursava o seu último ano do Curso Normal, constatou que a repetência fabricada pelas escolas tinha ultrapassado os limites, pelo fato de não haver, em consequência, vagas para alunos novos na 1a. série. O governador, então, tomou três providencias: aprovou as crianças por decreto - tendo ido todo mundo para a 2a. série, sabendo ou não ler; montou escolas de madeira, com telhado de zinco, e convocou todas as normalistas do último ano do curso para dar aulas.
A partir daí, ela foi dar aula, para um grupo de crianças que tinham entre 11 e 12 anos e, que depois de terem repetido várias vezes a 1a. série, tinham passado para a 2a. em função do decreto do governador.
Eram 45 alunos, sendo que apenas 3 não eram negros. Não eram todos analfabetos, porém não se podia considerá-los alfabetizados.
Apesar de empregar as técnicas de ensino, sentia-se como preenchendo o tempo de aula. Não conseguia avaliar os resultados do trabalho, nem o que deveria esperar das propostas que colocava em prática, sentindo-se confusa e impotente. Situações da sala revelavam o abismo existente entre o desempenho de seus alunos na escola e o que a vida fora da escola exigia deles.
Nesse sentido, tinha a sensação de que a escola parecia uma armadilha montada para que esses meninos não pudessem se sair bem, e também, a convicção de que esse tipo de situação tinha um papel político muito importante que devia ser enfrentado durante toda a sua vida profissional. Ficava impressionada quando conversava com algumas mães e essas achavam natural que seus filhos não tivessem sucesso na escola. Diziam que ela poderia 'bater neles' para ver se estudavam.
Esse foi seu batismo de fogo que fez com que se afastasse por 12 anos da educação. A sensação mais profunda que ficou dessa experiência foi a de ignorância. Ficou claro, para ela, que as informações e ideias que circulavam na educação não davam conta do problema do ensino. O professor era um cego.Para ela, o professor continua chegando hoje à escola com as mesmas insuficiências com a qual ela chegou em 1962, sendo que a diferença, hoje, está na possibilidade que o professor tem de, se quiser, tentar resolver essa situação. Hoje, os professores têm à sua disposição um corpo de conhecimentos que, se não dá conta de tudo, pelo menos ilumina os processos através dos quais as crianças conseguem ou não aprender certos conteúdos. O entendimento que se tem do professor hoje é o de alguém com condições de ser sujeito de sua ação profissional.
Ao final de 1962, e durante os 12 anos seguintes trabalhou em áreas completamente diferentes, e como nenhuma outra atividade dava sentido à sua vida profissional, acabou voltando para a educação. Seu compromisso é com essas crianças - que são maioria nas escolas públicas - para que superem o fracasso e tenham sucesso na escola.
Apesar de ser considerada especialista em alfabetização, sua questão é a aprendizagem, em especial, a aprendizagem escolar.
Capítulo 2 - UM NOVO OLHAR SOBRE A APRENDIZAGEM.
Apesar de ter iniciado sua docência em 1962, e de ter na época um certo conhecimento significativo quanto ao fato da criança conseguir escrever, mesmo que não ortograficamente, ela não tinha um conhecimento científico acumulado que lhe permitisse superar um ponto de vista "adultocêntrico", ou seja, a forma como se concebe a aprendizagem das crianças a partir da própria perspectiva do adulto que já domina o conteúdo que quer ensinar. A partir dessa perspectiva, não é possível compreender o ponto de vista do aprendiz, pois não se 'enxerga' o objeto de seu conhecimento com os olhos de quem ainda não sabe.A partir dessa perspectiva, o professor (do lugar de quem já sabe) define, a priori, o que é mais fácil e o que é mais difícil para os alunos e quais os caminhos que eles devem percorrer para realizar as atividades desejadas. Tal concepção, por parte do professor, gera um tipo de procedimento pedagógico que dificulta o processo de aprendizagem para uma parte das crianças, principalmente, aquelas que mais necessitam da ajuda da escola, por ter menos conhecimento construído sobre os conteúdos escolares.
Assim, a adoção de uma postura adultocêntrica não é uma decisão voluntária dos professores, uma vez que, o conhecimento científico que trazem consigo, não lhes permite enxergar e acolher uma outra concepção de aprendizagem relacionada à perspectiva do aprendiz.
A metodologia embutida nas cartilhas de alfabetização contribui para o fracasso escolar.
A chamada Psicogênese da Língua Escrita, resultado das pesquisas realizadas por Emília Ferreiro e Ana Teberosky (1970), sobre o que pensam as crianças quanto ao sistema alfabético de escrita, evidencia os problemas que a metodologia embutida nas cartilhas (que faz uso do método da análise-síntese ou da palavra geradora) traz para as criança.
Por meio das pesquisas das autoras acima mencionadas, em uma sociedade letrada, as crianças constroem conhecimentos sobre a escrita desde muito cedo, a partir do que observam na interação com o seu meio físico e social e das reflexões que fazem a esse respeito. As pesquisas evidenciaram que quando as crianças ainda não se alfabetizaram, buscam uma lógica que explique o que não compreendem, elaborando hipóteses muito interessantes sobre o funcionamento da escrita.

Para continuar lendo clique aqui
Fonte: 
http://educacadoresemluta.blogspot.com/2009/12/telma-o-dialogo-entre-o-ensino-e_10.html 

quinta-feira, dezembro 16, 2010

UM DIA AGENTE ENTENDE... [nem só de estudos agente vive... kkk]

Olá pessoal......
 Um dia a gente entende...
Que é errando que se aprende16b8c29.jpg

Que envelhecer não significa deixar de ser criança16b8c3d.jpg

Que o silêncio é a melhor resposta quando ouvimos uma bobagem

16b8c47.jpg

Que ganhar dinheiro não é prioridade em toda profissão
16b8c51.jpg

Que os sonhos estão aí para serem alcançados
16b8c5b.jpg

Que amigos a gente conquista mostrando o que somos16b8c65.jpg

Que os verdadeiros amigos estão ao nosso lado até o fim16b8c6f.jpg

Que a maldade muitas vezes se esconde atrás de uma bela face.16b8c79.jpg

Que não se espera a felicidade chegar, mas se procura por ela16b8c83.jpg

Que quando pensamos saber tudo descobrimos que temos muito a aprender16b8c8d.jpg

Que a natureza é a coisa mais bela da vida
16b8c97.jpg

Que amar significa se dar por inteiro16b8ca1.jpg

Que um só dia pode ser mais importante do que muitos anos

16b8cab.jpg

Que se pode confessar com DEUS16b8cb5.jpg

Que é possível viajar além do infinito16b8cbf.jpg

Que ouvir uma palavra de carinho faz bem a saúde16b8cc9.jpg

Que um gesto de amor sempre aquece o coração16b8cd3.jpg

Que o julgamento alheio não é importante16b8cdd.jpg

Que devemos ser criança a vida toda16b8ce7.jpg

Que é preciso cultivar a paz interior
16b8cf1.jpg
Que sonhar é preciso

16b8cfb.jpg

E que o mais importante de tudo....

16b8d05.jpg
é que somos livres para nossas escolhas.

sábado, dezembro 11, 2010

Como Fazer Televisão de Qualidade para Crianças

Aluno: Raquel Luciana Maschetti da Silva
Módulo: 04 Data de Entrega: 12/12/2010
Conferência: Como Fazer Televisão de Qualidade para Crianças
Conferencista: Beatriz Rosemberg
Carga horária validada: ___horas.

**POR FAVOR NÃO COPIAR AS CONFERÊNCIAS ELAS ESTÃO AQUI APENAS COMO REFERÊNCIA **


Quais são os elementos que caracterizam um trabalho de qualidade na programação televisiva para crianças? Comente.


“A televisão, antes de tudo, é também um entretenimento”.
De acordo com a conferencista Beatriz Rosemberg, para se fazer um trabalho de qualidade nos programas de TV para crianças é preciso avaliar o programa como um todo, globalmente, desde sua concepção, organização, criação, roteiro, história, confecção, etc., acompanhando todas as etapas para que sejam bem executadas. Para que isto ocorra é necessário que haja uma equipe de trabalho multidisciplinar composta por profissionais de diversas áreas como, por exemplo: pedagogos, roteiristas, atores, professores de diversas áreas, jornalistas, manipuladores de bonecos, figurinistas, entre outros. Também é de grande importância pensar nas necessidades de cada faixa etária e inserir elementos atrativos e de seu interesse, para que desta forma o publico alvo se sinta atraído.
Além de tudo o que já foi mencionado ao pensarmos em programas de qualidade para as crianças não podemos deixar de lado que embora os projetos infantis devam priorizar o entretenimento, ele deve acrescentar algo mais as crianças, uma espécie de complemento, algo que proporcione a criança uma conscientização de si mesma e do mundo ao seu redor, assim este programa com certeza será que qualidade e com certeza uma grande atração para as crianças.

sexta-feira, dezembro 10, 2010

DIca de Psicologia

O Livro Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia é o primeiro da dica de estudo do professor de psicologia da Aula 1
Para realizar o download
clique aqui

terça-feira, dezembro 07, 2010

Pierre Lévy, o defensor da Inteligência Coletiva

Introdução


A Internet é uma mídia informativa recente e suas repercussões e aplicações na sociedade atual ainda não foram devidamente dimensionadas. O filósofo francês Pierre Lévy, da Universidade de Ottawa, Canadá, é um dos maiores estudiosos sobre o assunto. Lévy, de 46 anos, tem formação em História das Ciências, Sociologia e Filosofia, com experiência técnica na concepção de sistemas de informação inteligentes. Seu último livro, Cibercultura, relata diversas experiências realizadas através da Internet.
No final do mês de agosto, Lévy realizou a palestra "Internet e Desenvolvimento Humano", promovido pelo SESC-SP, na unidade Vila Mariana.

As idéias de Lévy

Na palestra, Lévy reafirmou a importância da Internet na sociedade atual, desconsiderando o argumento de que o problema da Internet é a dificuldade ao acesso das pessoas.

"A Internet é um instrumento de desenvolvimento social. Devemos lembrar que a escrita demorou pelo menos 3000 anos para atingir o atual estágio, no qual todos sabem ler e escrever. A Internet tem apenas 10 anos", ponderou. "O importante é ver o índice de pessoas plugadas", concluiu.

Com a popularização da Internet, novos conceitos estão sendo criados para designar os novos fenômenos. Este é o caso da Árvore do Conhecimento, um programa desenvolvido por Lévy, no qual os membros de um grupo alimentam um banco de dados com informações sobre o que podem e gostam de fazer.
O programa mapeia as listas de todos os membros e identifica a árvore de conhecimento daquele grupo.

Inteligência coletiva

Outro termo desenvolvido por Lévy é o da Inteligência Coletiva, um princípio onde as inteligências individuais são somadas e compartilhadas por toda a sociedade, potencializadas com o advento de novas tecnologias de comunicação, como a Internet.
"Ela possibilita a partilha da memória, da percepção, da imaginação. Isso resulta na aprendizagem coletiva, troca de conhecimentos", disse o filósofo francês.
Há uma espécie de ecossistema das idéias humanas, na qual as informações são trocadas e selecionadas por cada indivíduo.
"Somos nós que fazemos viver. Fazemos viver num mundo das idéias", afirmou.

Evolução do homem

Lévy lembrou que a evolução do homem foi possível graças às habilidades que desenvolvemos e que nos difere dos animais. São elas:
- a construção de diálogos (mundo de significados). Nos questionamos, conversamos com o outro, estabelecemos diálogos.
- o contar histórias (percepção do tempo)
- a organização do pensamento (estabelecemos relação de causa e efeito)
"Os mitos são relatos. Hoje não são muitos, mas nós contamos histórias e as pessoas guardam essas histórias que são somadas ao acervo da humanidade. Isso é inteligência coletiva", disse.

Estágios da comunicação

Na palestra, Lévy também situou o ciberespaço no desenvolvimento da comunicação humana. São cinco estágios:
- oralidade: mitos, ritos, transmissão oral.
- escrita: memória, técnica autônoma da imagem.
- alfabeto: universalização e digitalização da escrita.
- Imprensa: reprodução técnica do alfabeto e das imagens
- Ciberespaço: ecossistema de idéias e constituição da noosfera

Veja a versão da conferência de Pierre Lévy, no SESC Vila Mariana, no dia 29 de agosto.
Clique aqui para a Íntegra da Conferência


Pessoal eu retirei esse texto do site:
http://www.crmariocovas.sp.gov.br/esp_a.php?t=001

segunda-feira, dezembro 06, 2010

Atividades de Psicologia do Desenvolvimento

Aula 1- Aspectos históricos da Psicologia do Desenvolvimento

1.Qual a importância dos estudos do desenvolvimento infantil?
Os estudos do desenvolvimento infantil colaboram significativamente para o entendimento dos processos biológicos e culturais envolvidos na formação das pessoas como sujeitos sociais. Conhecer esses aspectos e a evolução humana permite que os professores possam entender os alunos nas suas características globais. Dessa maneira, o professor que compreende o modo de agir e pensar da criança, com suas especificidades, contribui para uma melhor qualidade de seu trabalho cotidiano.

2.Como a Psicologia soviética de Vygotsky define o processo de formação da consciência humana?
Vygotsky compreende que a formação da consciência humana se desenvolve a partir do contexto cultural e das relações sociais. O conhecimento é construído de forma coletiva.

Aula 2- Vygotsky: vida e obra

1.Quais motivos levaram Vygotsky a se interessar por Psicologia?
O interesse de Vygotsky por Psicologia originou-se do contato com crianças deficientes, com problemas congênitos e neurológicos. A partir dos estudos com essapopulação, ele procurava auxiliar no desenvolvimento dessas crianças.

2.Quais as características da Psicologia materialista defendida por Vygotsky?
A psicologia materialista de Vygotsky compreendia o homem em uma relação dialética em que ele é, ao mesmo tempo, produto e produtor de sua história.O psiquismo humano é explicado a partir das interações dos aspectos biológicos e sociais no desenvolvimento.

Aula 3- Bases epistemológicas de Vygotsky

1-De acordo com a perspectiva sociointeracionista de Vygotsky, como ocorre a construção da inteligência?
A construção da inteligência ocorre através da complementaridade dos aspectos biológicos e sociais. Essa teoria considera que é por meio das suas interações com outros seres humanos que o homem se constrói.Em outras palavras, o homem não nasce homem e sim com possibilidades de humanizar-se nas interações queestabelece ao longo da vida.

2.Para Vygotsky, como a criança interioriza o mundo ao seu redor?
Para Vygotsky, a criança interioriza o mundo ao seu redor através da linguagem, do uso dos signos e da imitação.

3.Explique o que Vygotsky quer dizer com “formas típicas do comportamento humano”.
Vygotsky considerava que as formas típicas do comportamento humano não estão prontas ao nascimento e se desenvolvem no decorrer da vida. Como formas típicas de comportamento humano temos: a capacidade de solucionar problemas;o uso da memória; a formação de conceitos e o desenvolvimento da linguagem.

Aula 4- O processo de humanização

1.O que são comportamentos instintivos? Cite exemplos.
Comportamentos instintivos são comportamentos ativados em situações de ameaça, fome, sobrevivência, emoção e medo. Exemplos de Comportamentosinstintivos são: reagir a um assalto, sentir arrepio frente a um vento frio e uma mãe que tenta proteger o filho de um afogamento.

2. Vygotsky considerava que os comportamentos humanos correspondentes à história da evolução das espécies são chamados de filogênese. Explique.
O fato de o homem se tornar bípede e usar as mãos são características que foram se impondo ao longo da história. Esse aspecto permitiu ao homem desenvolver acoordenação motora fina e o movimento de pinça, que possibilita a escrita. Outra característica da filogênese humana diz respeito à flexibilidade do nossocérebro, que permite que ele se adapte às mais variadas situações. O homem não possui um cérebro predeterminado geneticamente ao nascer. Ele se desenvolve partir da maturação biológica e da interação com o meio social.

Aula 5- A função do instrumento, do símbolo e da linguagem no desenvolvimento humano

1.Qual estágio representa um momento expressivo no desenvolvimento do bebê?
No bebê, o controle da cabeça e do tronco é um momento significativo do desenvolvimento humano. Quando o bebê começa a se arrastar e consegue ir ao encontro dos brinquedos que procura, aos poucos ele vai conseguindo conter seus reflexos involuntários e começa a desenvolver o sistemade preensão com as mãos. No momento em que ele consegue se sentar, novas Possibilidades interativas vão surgindo no ambiente.

2.O brinquedo foi um instrumento elaborado historicamente para criança brincar e também traz modas aparentes nas suas representações.
Descreva os significados simbólicos dos brinquedos:
a) boneca Barbie;
b) boneca Africana.
Como esses podem ser usados na educação?
A boneca Barbie representa simbolicamente a sociedade norte-americana e seus valores, assim como a boneca africana traz representações culturais de seu povo. Esses brinquedos podem ser usados na educação para se discutir as características de cada sociedade e as implicações dos simbolismos expressos nessesbrinquedos.

Aula 6- A formação de conceitos elementares

1.Por que os signos são considerados instrumentos psicológicos na teoria de Vygotsky?
Os signos são considerados instrumentos psicológicos na teoria de Vygotsky porque tornam presente o que está ausente e auxiliam na memória.

2.Qual o significado da zona de desenvolvimento proximal (ZDP) na teoria de Vygotsky? Cite um exemplo.
A zona de desenvolvimento proximal é a forma compartilhada de construir conhecimentos e auxiliar as pessoas na resolução de seus problemas. Um exemplo é quando um amigo de sala de aula auxilia o outro na resolução de um problema matemático.

Aula 7- A formação de conceitos científicos

1.Qual o significado da escola para a sociedade?
A escola é criação social e representa um espaço em que as apropriações comuns de uma sociedade podem ser ordenadas e classificadas de acordo com a utilidade e a significação dos conceitos sociais, desde que essas apropriações tenham relevância para o desenvolvimento da criança, sendo utilizadas como ferramenta da interação da criança com o grupo social. Assim, a escola representa os saberes necessários para a participação social, constituídos a partir da realidade conceitual apropriada pelas crianças dessa comunidade e organizados de modo sistemático ou científico, o que é comprovado por meio de sua utilidade social para a participação do sujeito nos mais diferentes segmentos sociais.

2. Qual era o pensamento de Vygotsky em a relação entre escola e educação?
Na escola as relações de conhecimento são intencionais e planejadas. A criança sabe que vai para a escola para aprender. O professor, por sua vez, orienta a criança, apresenta os conhecimentos de forma sistematizada, chama a atenção para a diversidade de aspectos que os conceitos apresentam, ensina a criança a ler, a escrever, a utilizar-se dos instrumentos e materiais escolares e a comportar-se nesse novo ambiente. Enquanto aluno, a criança também procura incorporar esses comportamentos escolares. Ela vai interiorizando formas de agir, pensar e racionar de acordo com os moldes escolares.

Aula 8- O desenvolvimento mental segundo Piaget

1.Resuma a vida de Piaget descrevendo quais foram os motivos que o levaram ao interesse pela Psicologia
Piaget nasceu na Suíça, em Neuchatel, no ano 1896. Faleceu em Genebra no ano 1980. Ele viveu um período de virada de século e de grandes transformações. Seus 84 anos de vida permitiram que deixasse para a humanidade uma extensa obra científica. O seu comportamento investigativo desde a infância foi resultado de uma influência paterna e de conflitos que possuía com sua mãe, o que o fazia com que ele se afastasse das atividades da infância e se dedicasse aos estudos. Aos 11 anos realizou um trabalho científico sobre os moluscos. Na universidade ele cursou Biologia. Depois foi estudar Psicologia, pois, o seu interesse estava voltado para investigar como ocorre a construção do conhecimento.

2.No desenvolvimento infantil, busque exemplos de situações reais em que a criança tem uma compreensão do mundo diferente do adulto – por exemplo,
a criança que chora quando a mãe se esconde atrás do lençol, pensando que a mãe sumiu. A criança não tem noção de parentesco: não sabe quem é o pai do pai e irmão do avô. A criança não sabe porque é mais velha dos irmãos e faz aniversário em dezembro.

Aula 9- Estágios do desenvolvimento da teoria piagetiana

1.Por que os professores precisam estar atentos aos estágios do desenvolvimento de seus alunos?
Os professores precisam estar atentos aos estágios do desenvolvimento porque a compreensão desses estágios auxilia na construção de suas práticas pedagógicas. No cotidiano do seu trabalho, o professor precisa realizar planejamento de suas aulas levando em conta as adaptações dos conteúdos às necessidades referentes à faixa etária das crianças e as suas capacidades de raciocínio.

2.Para Piaget, de que forma o desenvolvimento das noções de moral e respeito começam a se manifestar no período operatório concreto?
Nesse estágio, as crianças começam a colaborar mais efetivamente com os colegas em trabalhos em grupo, exercitam mais a reflexão e possuem um sentimento maior de justiça, responsabilidade, respeito e fidelidade grupal.

Aula 10- O desenvolvimento da inteligência

1.Piaget considerava que a inteligência era herdada geneticamente? Justifique.
Piaget considerava que a hereditariedade influenciava no desenvolvimento, mas era insuficiente para explicá-lo. Ele considerava que nós herdamos geneticamente a inteligência. Nós possuímos um organismo que amadurece em contato com o ambiente.

2.Qual a definição de Piaget para as experiências físicas das crianças?
A experiência física é entendida como toda a experiência que resulta das ações materiais sobre os objetos. É quando o sujeito, ao agir sobre os objetos, abstrai, das suas ações, as propriedades físicas e as propriedades observáveis desses objetos.

Aula 11- Wallon e a Psicologia genética

1.Por que a teoria walloniana tem como características marcantes a discussão dos conflitos, das contradições e das turbulências no processo de desenvolvimento humano?
Wallon viveu em uma época de muita turbulência política, o que marcou profundamente suas obras. As duas guerras mundiais (1914-1918 e 1939-1945) e o avanço do fascismo fizeram com que ele refletisse sobre a influência do meio no comportamento das pessoas, sobre a questão dos conflitos, do movimento, das contradições e a formação das emoções.

2.Como Wallon considera a emoção?
Wallon a considera possuidora de um papel expressivo no desenvolvimento humano. Ele observa as características visíveis da emoção e afirma que, independentemente de cultura, a emoção é acompanhada de reações orgânicas, batimentos cardíacos e uma série de outras manifestações. Entretanto, ela é contagiosa, representa as manifestações culturais e expressivas de cada povo. Assim, considera as emoções como processos coletivos. Para ele, as pessoas choram ou sorriem em relação a alguém ou alguma coisa.

Aula 12- Wallon e o desenvolvimento da consciência

1.Releia as leis reguladoras e exemplifique de que forma elas se dão na relação entre mãe e filho nos primeiros seis meses de vida.
Para Wallon, as leis reguladoras do desenvolvimento como a alternância de movimentos (ora para si e ora para o outro), bem como a predominância de ações (afetivas e cognitivas) faz com que os indivíduos se tornem biologicamente sociais. Ex.: quando uma criança é bem pequena – bebê de dois meses, ela ainda está ligada afetivamente com a mãe e não se reconhece como diferente – está voltada para si. Aos seis meses, ela começa a reconhecer o outro, voltando-se para o mundo externo e começando a apresentar condutas mais cognitivas sobre o mundo.

Aula 13- A teoria psicanalítica de Sigmund Freud

1.Quais os motivos da teoria de Sigmund Freud ser polêmicas desde a sua época até os tempos atuais?
A obra de Freud é discutível até a atualidade por ter trabalhado com a noção de inconsciente e rompido com os moldes e interpretações do comportamento humano propostos pela Psicologia empirista, que defendia que as reações humanas precisavam ser medidas e quantificadas. Os aspectos ocultos e inconscientes das ações humanas eram desprezados pelos empiristas.

2.Quais as primeiras descobertas de Freud em relação às doenças mentais?
Os cientistas da época de Freud acreditavam que a histeria ocorresse somente com as mulheres. Mas Freud descobriu que também era uma patologia masculina e essa doença podia ser causada e anulada e dissociada das pessoas com o auxílio da hipnose.

Aula 14- A construção do aparelho psíquico e o estágio do espelho

1.Freud considerava que a noção de instinto para os homens era diferente da noção de instinto nos animais. Explique essa afirmativa.
Freud considera que o homem possui dois instintos básicos que representam forças opostas. De um lado, está o instinto sexual e, de outro, o da agressividade, o instinto destrutivo. De certa forma, para sobreviver, o homem precisa da união desses dois pólos. Ou seja, o homem precisa ser regido pelo princípio da vida, do prazer, mas também precisa se direcionar pelo princípio da realidade, pois não é possível se orientar somente pelo princípio do prazer, nem tampouco apenas pelo princípio da realidade. Na vida, são necessários momentos de fantasia, mas também de enfrentamento dos problemas e situações.

2.Quais foram as modificações realizadas por Freud da primeira teoria do aparelho psíquico para a segunda teoria?
Nas suas primeiras obras, ele considerava que o aparelho psíquico é constituído do consciente, inconsciente e pré-consciente. Anos mais tarde, acrescentou os conceitos de id, ego e superego.

Aula 15- Mecanismo de defesa

1.O que são mecanismos de defesa na teoria freudiana?
Para evitar a angústia provocada pelas situações de perigo e ameaça à sua constância, o ego lança mão dos mecanismos de defesa. Portanto, as defesas nada mais são do que operações efetuadas pelo ego visando a reduzir ou suprimir os estímulos externos ou internos que o invadem e lhe causam desprazer. Portanto, as estruturas defensivas não são exclusivas da patologia: elas fazem parte, normalmente, do ajustamento, da adaptação e do equilíbrio da personalidade, enquanto a patologia está na quantidade de defesa utilizada, na sua rigidez etc. Cada estrutura terá tipos específicos de defesa e os mecanismos de defesa são mobilizados pela parte inconsciente do ego.

2.O que significa projeção na teoria freudiana?
É o mecanismo de defesa por meio do qual os aspectos da personalidade de um indivíduo são deslocados de dentro dele para o meio externo.

3.Analise a frase “Para Freud, a educação deveria ser fonte de prazer, de satisfação, e não de castração ou recalque”. Como seria possível fazer isso nos dias de hoje e como a Psicanálise pode contribuir?
Freud considerava que a educação era transmissora de moral e de valores muito rígidos. Dessa maneira, através de ações da repressão e de recalques, ela incutia nos alunos a noção de pecado e vergonha que se confrontava com o princípio do prazer. A Psicanálise pode auxiliar a educação fornecendo meios para que osprofessores e alunos encontrem situações prazerosas no ensino e na relação de aprendizagem.

Aula16- Erik Erikson: o desenvolvimento psicossocial

1.Qual a formação universitária de Erik Erickson e quais os motivos que o levaram a estudar a questão da identidade?
Erickson fez seus estudos na Sociedade Psicanalítica de Viena, na Áustria. Estudou principalmente Antropologia, atuou junto a tribos indígenas e se tornou um notável professor de Desenvolvimento Humano na Universidade de Harvard. De acordo com Schultz e Schultz (1992), os conceitos de crise de identidade defendidos por Erickson foram provenientes do desconhecimento do seu pai biológico e dos preconceitos que sofreu na vida pelo fato de ser judeu.

2.Quais os dois conceitos mais importantes da teoria de Erikson que facilitaram a compreensão da psique humana?
O conceito do ciclo da vida e a crise da identidade.

Aula 17- Psicologia cognitiva: o processamento da informação

1.Qual a diferença entre o behaviorismo e a Psicologia cognitiva?
O behaviorismo se preocupava com o estudo do comportamento humano e a Psicologia cognitiva se preocupa com o estudo do comportamento, assim como dos processos mentais que formam a consciência.

2.Quais as analogias que são realizadas na Psicologia cognitiva entre o modo de operacionalização do computador e da mente humana?
São analisados alguns elementos comuns no que diz respeito aos modos de operacionalização do computador e da inteligência humana: a capacidade de armazenamento de memória, a quantidade, o processamento e a manipulação de informações, a estruturação de linguagens e símbolos.

3.Quais as características gerais do cérebro humano e as principais funções por ele executadas?
O cérebro humano é dividido em dois hemisférios: o hemisfério esquerdo e o hemisfério direito. O hemisfério dominante dos humanos é o hemisfério esquerdo, responsável pelo pensamento lógico e competência comunicativa. Enquanto o hemisfério direito é responsável pelo pensamento simbólico e criatividade. O cérebro também é formado por córtex, responsável pela motricidade, o corpo caloso e a área de broca, responsável pela linguagem. Qualquer acidente em uma dessas áreas pode comprometer a cognição e a motricidade de uma pessoa.

Aula 18- As inteligências múltiplas de Howard Gardner

1.De que forma a teoria das inteligências múltiplas de Howard Gardner concebe a cognição humana?
A teoria das inteligências múltiplas de Howard Gardner concebe que a inteligência humana é plural, diversificada e que se compõe de diferentes facetas interdependentes.

2.Quais são os tipos de inteligência descritas por Howard Gardner?
linguística; musical; espacialidade; corporal-cinestésica; social ou interpessoal; intrapessoal ou pessoal; lógico-matemática.
Contudo, alguns estudiosos consideram que Gardner propôs recentemente duas novas dimensões de inteligência: a inteligência naturalista e a inteligência existencialista.

Aula 19- A inteligência triárquica de Robert Sternberg

1.A teoria triárquica de Sternberg exalta o fato de a inteligência ser governada por três princípios. Quais? Explique cada um deles.
Os princípios prático, criativo e analítico. No princípio criativo manifestam-se as capacidades para criar, inventar, descobrir, imaginar e supor. Aqui tentamos resolver novos tipos de problemas, que nos exigem ponderar sobre o problema e seus elementos de uma nova maneira. Nas habilidades práticas, as habilidades conquistadas são executadas. Aqui buscamos resolver os problemas que aplicam o que sabemos aos contextos cotidianos. No princípio analítico estão funcionais as habilidades de analisar, comparar, julgar e contrastar. Aqui tentamos resolver problemas conhecidos usando estratégias que manipulam os elementos de um problema ou a relação entre eles.

2.Quais as considerações da teoria de Sternberg para a Educação?
Na educação, é muito importante que os professores se conscientizem de que o ato de educar não envolve somente transmissão de conhecimentos, mas também está voltado para a promoção do desenvolvimento dos processos psicológicos que envolvem os conhecimentos. Por isso, faz-se necessário que os professores conheçam a forma como se constitui a inteligência dos seus alunos e desenvolvam estratégias de aprendizagem eficazes para o aprimoramento do ensino.

Aula 20- Teorias psicológicas do desenvolvimento humano

1.Quais as características da teoria piagetiana nos estudos sobre desenvolvimento infantil?
Os estudos piagetianos estão voltados para o desenvolvimento biopsicológico, o qual organiza a atividade infantil e o pensamento do sujeito sobre o mundo físico. Eles analisam como as ações são construídas, assimiladas e acomodadas nas estruturas mentais. Ficam claras as construções dos estágios do pensamento infantil enquanto a criança cresce e compreende sua forma de se relacionar com o mundo físico e lógico.

2.Crie uma lista de sugestões que podem ser relevantes para a melhoria do processo educativo, levando em consideração a Psicologia do Desenvolvimento.
Algumas sugestões são:
conhecer como a criança se constitui;
compreender as diferentes etapas do desenvolvimento;
analisar as formas de raciocínio utilizadas na resolução de problemas;
entender as diferentes inteligências envolvidas no processo de ensino/ aprendizagem;
analisar as formas de processamento da informação;
investigar o papel dos aspectos motores e afetivos no desenvolvimento;
analisar o papel das interações sociais na construção do conhecimento.

sexta-feira, dezembro 03, 2010

RELATO – ATIVIDADES COMPLEMENTARES - mód. 04

Aluno: Margareth de Almeida Reboledo
Data de Entrega: 01/10/2010
Conferência: Como Fazer Televisão de Qualidade para Crianças
Conferencista: Beatriz Rosemberg
****** OS DADOS SERÃO MANTIDOS PARA QUE SEJAM DADOS OS DEVIDOS CRÉDITOS A ALUNA******


Quais são os elementos que caracterizam um trabalho de qualidade na programação televisiva para crianças? Comente.

Primeiramente, para se fazer um trabalho de qualidade na programação televisiva para crianças é deve-se pensar no programa como um todo, desde sua concepção, criação,
roteiro, história, confecção, etc. observando e acompanhando todas as etapas para que sejam bem cumpridas.
Para isso é necessário que se tenha uma boa equipe multidisciplinar composta por pessoas das mais diversas áreas que comporão a equipe, tendo em vista um objetivo em comum. Esta equipe é composta por profissionais como pedagogos, roteiristas, atores, professores de diversas áreas, jornalistas, manipuladores de bonecos, figurinistas, entre outros que deverão buscar um conteúdo e forma para atrair a atenção das crianças.
Deve-se pensar nas necessidades de cada faixa etária e inserir elementos atrativos e de seu interesse, despertar a curiosidade e sua criatividade, despertar o olhar do “A televisão, antes de tudo, é também um entretenimento”. Com esta frase, Beatriz Rosemberg quis mostrar que a televisão é uma forma de entretenimento e diversão e não pode se esquecer do fator passatempo e diversão na hora de criar um programa televisivo de qualidade.
Beatriz Rosemberg dá o exemplo de formatações e conteúdos para cada faixa - Pré Pré-Escola (Bebês) – de 0 a 3 anos Deve-se trabalhar o ritmo, a cor (alegre), o som (música) e a forma; Estrutura mais simples, evitar a poluição visual; Não se trabalha muito com conceitos, mas já inclui informações de forma simples e Introduz novas palavras ao vocabulário.
Ex: O personagem Astolfo no programa Cocoricó representa os bebês e seus textos atraem este público infantil.
- Pré-Escola – de 3 a 6 anos
Deve-se apresentar um conteúdo mais amplo com a utilização de diversos elementos como a brincadeira, cor, canção, ritmo, letras rimadas com o intuito de levar um conteúdo científico, reprise.
A linguagem deve ser simples, mas feita com cuidado desde o 1º momento; Já pode apresentar histórias lineares; Utilização de conceitos do Construtivismo.
Ex: História do Cocô no programa Cocoricó na qual ensina noções básicas de
- Ensino Fundamental I - De 7 a 10 anos
Deve-se trabalhar a necessidade de movimento e ação dessas crianças.
Histórias com bom enredo, ação e aventura, personagens na qual a criança possa se identificar e até mesmo um pouco de violência (desde que tenha consequências como dor, remorsos, preocupação) e conflitos são elementos que compõe programas para tal faixa etária e que são atrativos para estas crianças.
Despertar a curiosidade e o interesse.
Ex: O Programa X-Tudo na qual fala explicitamente em educação, mas de forma lúdica e ensina conceitos, além de apresentar experiências em diversas áreas (culinária, ciências, física, entre outras).
As crianças entre 3 e 10 anos também gostam de se identificar com os personagens apresentados em tais programas, esta é uma forma de atrair este público para este tipo de programação.
Para Rosemberg, “A criança é um ser que está em formação”.
Deve-se lembrar que quando é gerido um novo programa, a televisão leva em conta não somente a diversão e o entretenimento ou a qualidade apresentada de um programa, mas também os índices de audiência e o retorno financeiro e econômico, mesmo para a TV Cultura.

quinta-feira, dezembro 02, 2010

Mais questões que a Fabi enviou, obrigada!!

2. NO MITO DA CAVERNA, DE PLATÃO, UMA DAS POSSÍVEIS INTERPRETAÇÕES PARA A “CAVERNA” É O:

 conhecimento filosófico.
 mundo dos sentidos. (essa aqui e a correta)
 mundo das idéias.
 mundo inteligível.

3. SOBRE O MÉTODO DA FILOSOFIA, CONSIDERE AS AFIRMAÇÕES ABAIXO.


I. A Filosofia é radical porque vai até as raízes da questão.
II. A Filosofia é rigorosa porque revela a mesma coisa que a filosofia de vida.
III. A Filosofia desenvolve uma reflexão de conjunto porque é globalizante.
De acordo com as afirmativas acima, assinale a alternativa correta.

 A afirmativa III está correta.
 A afirmativa I está correta.
 As afirmativas I e II estão corretas.
 As afirmativas I e III estão corretas.


FUNDAMENTOS FILOSÓFICOS DA EDUCAÇÃO
Enviada pela Gizela


1. LEIA ABAIXO:

“Sócrates, sem dúvida, desenvolve entre seus discípulos a arte do diálogo. Digo arte, porque o diálogo não é natural, nem nós. Podemos falar, comunicar, mas dialogar exige um empenho. Justamente por esse motivo, dialogamos pouco. Infelizmente, temos o hábito do menor esforço.” (THOMAS, 2001, p. 45).

Observe as sentenças coerentes com esse enunciado.

I. Dialogamos pouco porque não conhecemos a verdade.
II. Dialogar não exige empenho porque o diálogo é inato ao ser humano.
III. O debate participativo, aberto e fundamentado na prática de produção do conhecimento faz com que exista um clima de investigação.

De acordo com as afirmativas acima, assinale a alternativa correta.

A afirmativa II está correta.
As afirmativas I, II e III estão corretas.
A afirmativa III está correta.
A afirmativa I está correta.

2. LEIA E ANALISE O TEXTO ABAIXO.

I. Temos de expulsar Aristóteles de nós.
II. Mas nem sequer o li, por que razão tenho de expulsá-lo de mim?
III. A prova de seu domínio sobre o homem ocidental é que ele domina o pensamento da gente que nunca ouviu falar a seu respeito. (GAAEDER apud PENHA, 1998).

Esse texto:
confirma que Aristóteles é dispensável para o homem moderno.
revela a importância do pensamento aristotélico para a civilização ocidental.
mostra que o pensamento aristotélico domina a civilização oriental.
demonstra que o pensamento aristotélico teve influências sobre Sócrates.

3. LEIA COM ATENÇÃO AS SEGUINTES AFIRMAÇÕES A RESPEITO DE KANT.

I. O homem é o único ser vivo que pode e deve ser educado.
II. O homem torna-se homem por meio da educação.
III. O homem é o produto da educação que recebeu.

De acordo com as afirmativas acima, assinale a alternativa correta.
As afirmativas I, II e III estão corretas.
A afirmativa III está correta.
A afirmativa I está correta.
As afirmativas II e III estão corretas.

4. EM UMA ANALOGIA ENTRE O MITO DA CAVERNA DE PLATÃO E AS ESCOLAS ATUAIS, O HOMEM QUE SE LIBERTA DA CAVERNA É COMO O ALUNO QUE:

em certo momento decide abandonar a escola.
provoca desordem quando não gosta de determinada tarefa.
se acomoda e aceita todas as propostas pedagógicas.
questiona o porquê das ações pedagógicas propostas.

quarta-feira, dezembro 01, 2010

FUNDAMENTOS FILOSÓFICOS DA EDUCAÇÃO

4. A IMAGEM QUE TENHO DO MUNDO SÃO REPRESENTAÇÕES MUITO PARTICULARES, AS QUAIS SÃO REGULADAS PELA VONTADE,


que consiste na força motriz, que produz a vida. Esse enunciado corresponde:
I. à teoria das idéias de Platão.
II. ao método socrático da maiêutica.
III. à teoria de Schopenhauer.
De acordo com as afirmativas acima, assinale a alternativa correta.

 As afirmativas I, II e III estão corretas.
 A afirmativa III está correta. A afirmativa I está correta.
 A afirmativa II está correta.

Raquel,
bom dia!
consegui mas essa N2,
Que não tem no blog.
Att: Fabiana

Emilia Ferreiro: ''O momento atual é interessante porque põe a escola em crise'' | Língua Portuguesa | Nova Escola

Leia abaixo a entrevista concedida pela psicolinguista argentina Emilia Ferreiro a NOVA ESCOLA em outubro de 2006. Emilia esteve em São Paulo para participar da 1ª Semana Victor Civita de Educação.


Aqui ela avalia as mudanças ocorridas nas práticas de leitura e escrita nas últimas décadas, como consequência sobretudo das inovações tecnológicas no campo da informática.

Como se alteraram as concepções de alfabetização nestes quase 30 anos desde que foi publicado seu livro Psicogênese da Língua Escrita?

Emilia Ferreiro: Mudou a concepção social do alfabetizado. O que se requer de uma pessoa alfabetizada hoje em dia é bem diferente do que em meados do século 20. Não é mais suficiente saber assinar o nome e conseguir ler instruções simples, como era na época da Segunda Guerra Mundial. Do ponto de vista dos usos sociais da escrita no mundo contemporâneo, temos uma complexidade cada vez maior. As circunstâncias de uso de leitura se tornaram muito frequentes e variadas. O que não mudou é o tipo de esforço cognitivo exigido por esse sistema de marcas que a sociedade apresenta em espaços muito variados e a instituição escolar é obrigada a transmitir. O problema da relação entre essas marcas escritas e a língua oral continua sendo um mistério total nos primeiros momentos da alfabetização

Para continuar lendo clique aqui

Postagem em destaque

Entre em contato e peça um orçamento!.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...