quarta-feira, fevereiro 23, 2011

N2 PROVA


Pessoal eu não tive tempo de conferir se já tinha no blog...


FUNDAMENTOS TEÓRICOS E METODOLÓGICOS DA ALFABETIZAÇÃO

1.. Um dos procedimentos pedagógicos abaixo não deve ser utilizado para a sistematização de domínio do código

  • Assinale a alternativa que apresenta esse procedimento.
  • Apresentar as palavras listadas utilizando apenas o recurso do quadro-de-giz.
  • Escolher palavras no texto com bom teor referencial: a mais repetida, a que chamou a atenção dos alunos, a que faz parte do título do texto.
  • Insistir na apresentação até perceber que os alunos já fazem uma leitura globalizada das palavras, fazendo a correspondência entre aquele grafismo e a expressão oral.
  • Decompor as palavras em sílabas e fazer a relação oralidade/escrita, escrita/oralidade com cada sílaba.

2. A escrita alfabética é um

  • sistema de representação da fala, sem que haja uma correspondência exata.
  • sistema de representação de ideias através de desenhos estilizados.
  • modelo de organização e transmissão dos pensamentos e dos sentimentos.
  • código de transcrição da fala, que a reproduz em todos os seus aspectos.

3. Com relação ao trabalho de revisão de texto, é possível afirmar que:

  • esta atividade é melhor compreendida quando feita individualmente pela criança sem o intermédio do professor.
  • o processo de reescrita não permite que as crianças retirem ou acrescentem elementos para modificar o texto.
  • por meio da revisão textual, o professor ensina a gramática de forma tradicional, centrada em exercícios repetitivos.
  • reescrever ajuda a criança a ser um interlocutor que se afirma ao produzir seu texto para o outro ler, entender, questionar, aceitar ou recusar.

4. Quanto à ficha de avaliação, utilizada para a avaliação em ensino de Língua Portuguesa, uma alternativa não é coerente. Assinale-a.

  • Os conteúdos relacionados na ficha não devem ser trabalhados e avaliados de forma seqüencial.
  • É necessário fazer anotações diárias sobre cada aluno, além de sempre ter de se observar algum progresso realizado por um aluno determinado.
  • Permite uma visão detalhada do progresso da cada aluno e, ao mesmo tempo, da classe inteira.
  • Privilegia o aprendizado em lugar de ressaltar o erro.
FUNDAMENTOS TEÓRICOS E METODOLÓGICOS DA ALFABETIZAÇÃO

1. Leia abaixo:

  • O trabalho da revisão linguística, no que se refere à gramática e aos demais aspectos discursivos, é norteado pelos problemas que aparecem nos textos das crianças. O professor deve adotar alguns procedimentos no trabalho de reescrita do texto do aluno. Assinale a alternativa que apresenta uma ação que não deve ser seguida pelo professor quando se trabalha reescrita de texto.

  • Escrever o texto no quadro de giz e efetuar a correção propondo questões aos alunos.
  • Selecionar previamente as questões pesquisadas somente dos conteúdos da gramática.
  • Selecionar o texto do aluno que apresenta dificuldades comuns para a maioria da classe.
  • Reescrever o texto na presença dos alunos, com as correções discutidas e complementações indicadas na discussão desenvolvida.

2. Os padrões atuais de alfabetismo, em que se verificam grandes desigualdades, são uma expressão

  • do interesse dos políticos em manter a população ignorante, para que votem conforme seu comando.
  • da desorganização do sistema escolar contemporâneo e do desinteresse e indisciplina dos alunos.
  • das necessidades produtivas do sistema econômico e da desigualdade de distribuição dos bens econômicos e culturais em nossa sociedade.
  • da falta de políticas de atenção às pessoas pobres e da baixa produção da indústria gráfica brasileira.

3. A principal característica da análise lingüística é:

  • aquisição da estrutura formal de prestígio social.
  • busca de maior aproximação em relação à linguagem coloquial.
  • correção de questões gramaticais.
  • atividade de reflexão sobre a Língua Portuguesa.

4. O nível da forma do conteúdo diz respeito

  • às realizações linguísticas que se equivalem do ponto de vista pragmático.
  • à materialidade linguística e considera a correspondência entre letra e som.
  • aos signos falados e escritos na língua materna ou dialeto.
às relações entre as unidades significantes orais e as correspondentes unidades significantes escritas, que operam como sinônimas.

3 comentários:

  1. 1. O ensino da leitura, da escrita e do conhecimento linguístico baseado nas práticas, implica a

    A) utilização de questionários bem-elaborados para cada leitura e um roteiro consistente de produção de texto.
    B) avaliação rigorosa da atividade e a repetição e correção das tarefas para que o aluno fixe o conteúdo.
    C) indagação de um tema pelos alunos, gerando a busca e leitura de textos, escritas concomitantes e reflexão permanente sobre as produções.
    D) definição de objetos precisos por parte do professor e uma sequência bem-definida de leitura e de redação.
    Resposta: C

    2. Instâncias de produção do conhecimento podem ser caracterizadas como

    A) grupos políticos que querem influir no pensamento das pessoas.
    B)o momento em que uma pessoa ou um grupo de pessoas criam novas ideias.
    C)situações de vida em que as pessoas estudam ou trabalham de forma organizada.
    D)instituições de diferentes características e funções que compõem a organização social.

    resposta: D

    3. Conhecimento compartilhado é um fator de

    A) parágrafo.
    B)coesão.
    C)coerência.
    D)resumo.

    resposta: C

    4. O nível da forma do conteúdo diz respeito

    A) às realizações linguísticas que se equivalem do ponto de vista pragmático.
    B)à materialidade linguística e considera a correspondência entre letra e som.
    C)às relações entre as unidades significantes orais e as correspondentes unidades significantes escritas, que operam como sinônimas.
    D)aos signos falados e escritos na língua materna ou dialeto.

    resposta: C
    nota da prova 10

    ResponderExcluir
  2. MUITO OBRIGADO. VC TEM DA MATERIA PRATICA EDUCATIVA DA LINGUA PORT. EM EJA. ME MANDE POR FAVOR. ABRACOS.

    ResponderExcluir
  3. FUNDAMENTOS TEÓRICOS E METODOLÓGICOS DA ALFABETIZAÇÃO
    1. [QuestãoID 61169] O domínio do emprego da língua materna na leitura e na escrita requer o desenvolvimento da capacidade de

    ressaltar somente os erros gramaticais evidenciados no texto em estudo.
    produzir o texto segundo os limites das convenções gramaticais.
    produzir o texto liberado dos limites das convenções gramaticais.
    refletir e analisar as relações entre os elementos constitutivos do texto.(Correta)
    2. [QuestãoID 61166] Organizar a discussão prévia sobre o assunto que será objeto da produção do texto escrito é uma estratégia necessária para

    eliminar divergências entre os alunos que vão escrever sobre o tema.
    padronizar as ideias da turma sobre o mesmo tema a ser escrito.
    refletir, trocar ideias e elaborar opiniões sobre o tema a ser escrito.(Correta)
    não incentivar a competição entre os alunos com diferentes ideias.
    3. [QuestãoID 61159] A prática pedagógica proposta concebe a leitura como

    mera decodificação, principalmente de sinais gráficos.
    decodificação das frases e textos do livro didático.
    produção do leitor para interpretação de textos eruditos.
    relação de diálogo com o texto na busca de produção de sentido.(Correta)
    4. [QuestãoID 61187] Observe:


    Na reescrita de texto, com vistas à sistematização do código, é necessário levar em conta que a aprendizagem da grafia correta dos padrões silábicos mais complexos implica atribuir

    pesos diferentes a erros que resultam de graus diferenciados de dificuldade.(Correta)
    peso diferenciado àqueles conteúdos que o aluno já deveria ter dominado.
    peso diferenciado àquele conteúdo que foi trabalhado anteriormente.
    o mesmo peso a erros que resultam de graus diferenciados de dificuldade.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Postagem em destaque

Entre em contato e peça um orçamento!.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...