Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, setembro 20, 2012

Questionário para estudo - Intervenção e Aprendizagem: Adolescência


INTERVENÇÃO E APRENDIZAGEM: ADOLESCÊNCIA

*Questões em roxo/lilas foram retiradas da apostila
***Questões em preto PROVAS de colegas.

A aprendizagem pode ser abordada de diferentes pontos de Vista. Descreva quais são eles.
RESPOSTA: Desse modo, pode ser abordada do ponto de vista biológico, psicológico, cognitivo e sociocultural, fato que muitas vezes gera concepções discordantes entre si.
A atividade descrita abaixo tem como principal objetivo promover o respeito e a aceitação das
diferenças entre os membros de um mesmo grupo.
O tutor pode realizar essa atividade com os alunos de uma mesma turma/grupo.
Os alunos que têm a oportunidade de realizar esse exercício em seu dia-a-dia profissional, com
turmas de jovens, devem aproveitá-la como uma boa oportunidade de aprendizagem e de observação.
Leia Atentamente as intruções:
(SERRÃO; BALEEIRO, 1999)
Técnica: Eu sou alguém
Material: papel sulfite e lápis
Desenvolvimento:
1.ª etapa: grupo em círculo, sentado.
2.ª etapa: distribuir uma folha de papel para cada participante, pedindo que
listem, no mínimo, dez características próprias.
3.ª etapa: solicitar que virem a folha, dividam-na ao meio e classifiquem as
características listadas, colocando de um lado as que facilitam sua vida
e do outro as que dificultam.
4.ª etapa: formar subgrupos para compartilhar as conclusões individuais.
5.ª etapa: montar um plenário para compartilhar com o grupo as descobertas
feitas sobre si mesmo, atentando para as seguintes questões:
O que descobriu sobre si mesmo realizando a atividade?
Qual a característica própria que você mais aprecia? Qual a que lhe
desagrada?
Quais as características mais comuns ao grupo?
Obs.: vide comentário sobre o exercício no gabarito no final do livro.
RESPOSTA: Com esse trabalho, estamos mobilizando o adolescente para a auto-percepção, instigando-o a refletir e a expressar seus sentimentos. Compartilhar com o grupo essas impressões com relação a si mesmo não é tarefa fácil para o jovem. Exige confiança em si e no grupo e um vínculo positivo com o facilitador. A consciência de si mesmo e das qualidades pessoais constitui-se no ponto inicial para o adolescente afirmar sua identidade. Essa dinâmica também permite que o educador perceba o grupo com o qual está trabalhando, em suas dificuldades e potencialidades,bem como os temas que mais lhe despertam curiosidade.
A entrada no mundo adulto está cercada por uma série de expectativas. De onde elas vêm?
RESPOSTA: Da família, dos amigos, da escola e da sociedade.
A partir da literatura estudada no modulo, cite dois tipos de organização familiar desde a origem da humanidade, segundo Bock.
RESPOSTA: Existem muitas pesquisas sobre estes tipos de famílias, tais como a do antropólogo americano L. H. Morgan (BOCK, 2002), que demonstrou que desde a origem da humanidade, houve os seguintes tipos de organização familiar:
Família consanguínea: formada pelo casamento entre irmãos e irmãs no interior de um grupo.
Família punaluana: um grupo de homens conjuntamente casado com um grupo de mulheres. Esse tipo de organização familiar foi um dos primeiros a impedir o casamento entre irmãos.
Família sindiásmica ou de casal: casamento composto pela união de casais que não tinham a obrigação de morarem juntos. O casamento existia enquanto ambos desejassem.
Família patriarcal: o casamento de um só homem com várias mulheres.
Família monogâmica: composta pelo casamento de duas pessoas, com obrigação de morarem juntas. Nessa união está inclusa a fidelidade, o controle do homem sobre a mulher e os filhos, a garantia da descendência por consanguinidade e, portanto, a garantia do direito de herança aos filhos legítimos, isto é, a garantia da propriedade privada.
Ainda segundo o texto complementar, o que significa o termo educação bancária?
RESPOSTA: A educação bancária é um tipo de prática educativa que centraliza o ensino nas mãos do professor, mantém os alunos numa posição de seres que gradativamente precisam abandonar a curiosidade, tratando-a com pouca importância para aprender os conteúdos planejados.
As causas do fracasso escolar durante muito tempo foram buscadas na família e no aluno. Quais influências e fatores determinam esse tipo de pensamento?
RESPOSTA: Durante muito tempo as causas do fracasso escolar foram buscadas na família e no aluno. Por influência da concepção médica e da psicologia, fatores como predisposição genética, aptidões hereditárias, dificuldades orgânicas e psicológicas foram argumentos bastante discutidos e validados para explicar a falta de êxito no aprendizado escolar.
As relações familiares e as condições socioculturais contribuem para uma estruturação da personalidade do indivíduo?
RESPOSTA: Os fatores psicológicos abrangem, por exemplo, os sucessivos fracassos vivenciados pela criança ao longo de sua trajetória escolar, que a levaram a desenvolver um sentimento de impotência com relação à sua capacidade de aprender.
A maioria das crianças com esse tipo de histórico concebe a escola como um ambiente ameaçador. A relação com o meio familiar e as condições socioculturais também fornecem elementos fundamentais à estruturação da personalidade do indivíduo que pode se tornar frágil, agressivo, altruísta, inseguro, proativo dependendo de suas relações com os pais e a sociedade. Convém reafirmar a importância do olhar multidisciplinar sobre a aprendizagem. Ela não é um fenômeno isolado, previsível. Tampouco depende unicamente do aluno ou da escola, mas nos impõe a consideração de inúmeras variáveis que se dinamizam e se encontram em um permanente diálogo. Tendo compreendido esse processo, vamos prosseguir com algumas considerações sobre o que é inteligência, sua relação com a aprendizagem e o desempenho escolar.
Cite dois fatores que auxiliam na aquisição da resiliência citada por Kumpfer.
RESPOSTA: Dentre os fatores, podem ser citados: os estressores ou desafios responsáveis pelo desequilíbrio homeostático; o contexto ambiental que se refere ao equilíbrio e à interação dos fatores de risco e proteção disponíveis no ambiente externo; a confluência entre indivíduo e ambiente, momento em que a criança percebe, interpreta e supera desafios ou dificuldades; Características individuais internas; escolha de atitudes que ajudem a recuperar o equilíbrio perdido; resiliência.
O professor pode: estimular valores que apóiem seus alunos na tomada de decisões diante das dificuldades; desenvolver continuamente formas de capacitação, mesmo fora do sistema educacional; estimular à capacidade de liderança e monitoramento de sua turma; desenvolver habilidades de assumir responsabilidades e resolver problemas
Cite os importantes aspectos a serem promovidos pelo professor que trabalha o tema da sexualidade com seus alunos adolescentes.
RESPOSTA: Os professores, ao trabalharem o tema da sexualidade em sala, devem promover valores como o amor, ternura, o direito a uma sexualidade plena e responsável; a igualdade entre gêneros; a saúde e o planejamento familiar.
Cite três mudanças importantes que ocorrem na vida do jovem e que estão associadas aos fatores sociais.
RESPOSTA: Aumento da interação com os colegas; diminuição do controle de suas ações por parte dos adultos; aumento da aproximação com indivíduos do sexo oposto; intensificação dos relacionamentos;os adolescentes escolhem amigos que compartilham seus interesses, valores, crenças e atitudes.
Com relação à constituição familiar, quais são os quatro aspectos a serem considerados para a compreensão do desenvolvimento de um indivíduo?
RESPOSTA: O tom emocional familiar, a responsividade do genitor em relação à criança, a maneira pela qual o controle é exercido sobre ela pelos mais velhos e a comunicação em família.
Com relação às amizades e a formação de grupos de amigos quais são as principais diferenças entre o comportamento de meninas e meninos
RESPOSTA: As meninas costumam ter um relacionamento de amizade mais intenso e ciumento. Também buscam ter um comportamento bastante semelhante ao das amigas. Diferentemente das meninas, os meninos têm amizades menos íntimas e mais numerosas. Nesse momento, eles estão mais preocupados em se mostrar independentes afetivamente dos pais e de outros adultos.
Com relação às amizades e à formação dos grupos de amigos, quais são as principais diferenças entre o comportamento dos meninos em relação aos das meninas?
RESPOSTA: As meninas costumam ter um relacionamento de amizade mais intenso e ciumento. Também buscam ter um comportamento bastante semelhante ao das amigas. Diferentemente das meninas,os meninos têm amizades menos íntimas e mais numerosas. Nesse momento, eles estão mais preocupados em se mostrar independentes afetivamente dos pais e de outros adultos.
Como já dissemos anteriormente, o professor pode auxiliar seus alunos na escolha profissional. Abaixo apresentamos uma sugestão de atividade que pode ser trabalhada em sala de aula.
Técnica: expectativas profissionais
Objetivo: sensibilizar para a escolha profissional; ampliar a percepção sobre os interesses
pessoais.
Material: ficha de trabalho e lápis.
Desenvolvimento:
1. Dispor os alunos do grupo em círculo, sentados.
2. Distribuir as fichas de trabalho (modelo a seguir), solicitando que, individualmente, completem
as frases, sem identificar-se.
3. Recolher e redistribuir as fichas aleatoriamente.
4. Pedir que cada participante comente as respostas da ficha que recebeu, dando sua opinião
a respeito delas.
5. Plenário – discutir os seguintes pontos:
Você já pensou em escolher uma profissão?
O que você acha que pode acontecer com alguém que escolhe uma profissão ao acaso?
Como você se posiciona em relação à sua escolha profissional?
Quais os critérios que devem nortear a escolha profissional?
Qual a influência dos adultos na sua escolha profissional?
Ficha de trabalho
Complete as frases a seguir:
1. Eu sempre gostei de ______________________________________________________.
2. Meus pais gostariam que ___________________________________________________.
3. Imagino-me no futuro fazendo ______________________________________________.
Quando criança eu queria __________________________________________________.
5. Meus professores pensam que eu _____________________________________________.
6. No mundo em que vivemos, vale mais a pena ___________________________________do que_______________________________________________________.
7. Se não estudasse, eu ______________________________________________________.
8. Prefiro ____________________________________ do que ________________________.
9. Não consigo me ver fazendo ________________________________________________.
Quando me perguntam sobre minha futura profissão, eu __________________________.
  1. Pra escolher minha profissão, levo em consideração ______________________________.

RESPOSTA: Comentário sobre a dinâmica:
A escolha profissional é um momento importante na vida do adolescente. Essa escolha está relacionada com sua história, experiências pessoais e o seu projeto de vida. É necessário que o facilitador aproveite a dinâmica para explorar esses aspectos, fazendo com que o jovem mergulhe na sua visão do futuro, que entre em contato com seu desejo discutindo suas possibilidades, seus sonhos e os meios para realizá-los. Assim procedendo, escolher se tornará mais fácil.
De acordo com a literatura estudada quais os entraves que as instituições educacionais podem causar a aprendizagem dos alunos?
RESPOSTA: Cabe considerar também os sinais de risco, próprios de algumas instituições educacionais que acabam por causar alguns entraves ao longo da aprendizagem em vez de facilitá-la. Entre tais entraves, pode-se citar a rigidez e o despreparo de algumas escolas para lidar com a diversidade cultural de seus alunos, evidenciada por atitudes pessimistas ou negativas de educadores, por problemas de organização curricular etc.
De acordo com o texto, o que é violência?
RESPOSTA: Há violência quando, em uma situação de interação, um ou vários atores agem de maneira direta ou indireta, maciça ou esparsa, causando danos a uma ou mais pessoas em graus variáveis, seja com relação à integridade física, moral ou simbólica.
Defina puberdade.
RESPOSTA: Puberdade compreende em uma série de mudanças biológicas que tornam os indivíduos maduros e capazes de reprodução sexual. Um dos primeiros sinais mais visíveis da puberdade é uma explosão do índice de crescimento físico. Nessa fase, os meninos e as meninas crescem mais rapidamente do que em qualquer outra época. Alterações hormonais que acompanham a puberdade causam uma ampla variedade de mudanças físicas, tanto nas mulheres quanto nos homens. As mais visíveis são o aparecimento de acnes, pêlos (axilas, área genital etc.). Nas meninas os seios se desenvolvem, o útero aumenta e ocorre a primeira menstruação, conhecida como menarca. Nos meninos ocorre o desenvolvimento da musculatura, a voz muda (engrossa) e ocorre a primeira ejaculação, conhecida como semenarca que, em geral, é espontânea e ocorre durante o sono, chamada de polução noturna. Obs.: Se o aluno responder somente usando o primeiro parágrafo está correto, porém, a resposta fica mais completa como está aqui.
Defina sucintamente, segundo a literatura do módulo: adolescência.
RESPOSTA: Os pesquisadores concluem que não existe uma definição precisa para as palavras adolescência e juventude, pois cada área do conhecimento vê esse fenômeno a partir de uma abordagem específica. A medicina vê a adolescência como um processo de maturação física do corpo humano. A psicologia vê a fase do adolescer como uma etapa importante da psique em que a personalidade começa a ser consolidada. Outras ciências humanas tais como a história e a sociologia afirmam a influência do contexto sócio histórico para o estabelecimento da fase que conhecemos por adolescência, tendo em vista que em outras épocas ela ainda não existia. Por isso, são muitos os pesquisadores que concordam quanto ao fato dessa fase ser fruto de uma construção social e, por isso, ser tão difícil de ser delimitada.
Por meio dessa pesquisa, concluiu-se que não existe uma definição precisa para as palavras adolescência e juventude. No entanto, boa parte dos estudiosos concorda que a adolescência é a fase que vem depois da infância, por volta dos 12 anos, e termina antes da juventude, por volta dos 18 anos. Contudo, muitos também alegam que adolescência e juventude não podem ser vistas como sinônimos, pois a primeira antecede a juventude que, por sua vez, corresponde ao início da idade adulta. Conceituada em uma única definição.
Descreva a importância da família segundo Lacan
RESPOSTA: Lacan, um renomado teórico da psicanálise, afirmou a importância da família com relação à transmissão da cultura, à repressão dos instintos, à manutenção dos ritos, costumes e tradições, bem como, à aquisição e uso da língua materna.
Ou seja, a família é o eixo central das articulações entre o indivíduo e o meio social, transmitindo estruturas de condutas e representações que governam os processos fundamentais do desenvolvimento psíquico (LACAN, 1982, p. 16). Lacan também afirma que essa organização é a responsável por dar os primeiros parâmetros sobre educação, desejos e linguagem, pois é na maneira como os pais se comportam que os filhos encontram os modelos para viverem em sociedade.
Descreva de forma sucinta as principais alterações sofridas pelos adolescentes com relação a sua interação com familiares, amigos e colegas.
RESPOSTA: Além das mudanças de caráter biológico, na adolescência também ocorrem
alterações no modo como os jovens interagem com seus familiares, amigos e co-legas. De acordo com Cole (2003), esses indivíduos passam por uma profunda re-organização de seus relacionamentos sociais. Essa reorganização envolve quatro mudanças importantes:
Aumento da interação com os amigos e colegas. Nessa fase, os jovens aumentam significativamente o tempo que passam com seus colegas, não lhes restando muito tempo para passarem com seus familiares; diminuição do controle de suas ações por parte dos adultos; aumento da aproximação com indivíduos do sexo oposto; aumento do número de colegas, amigos e conhecidos, tendo em vista a
preferência dos adolescentes por compartilhar seus interesses, valores, crenças e atitudes.
Como se pode observar, na adolescência é comum o indivíduo vivenciar um número bem maior de relacionamentos do que quando ainda era criança. Dessa forma, os adolescentes tornam-se mais distantes de seus pais e, geralmente, recorrem aos seus colegas e amigos quando precisam de algum conselho ou opinião.
Descreva de forma sucinta as principais alterações sofridas pelos adolescentes com relação a sua interação com familiares, amigos e colegas:
RESPOSTA: Além das mudanças de caráter biológico, na adolescência também ocorrem alterações no modo como os jovens interagem com seus familiares, amigos e colegas. De acordo com Cole (2003), esses indivíduos passam por uma profunda reorganização de seus relacionamentos sociais. Essa reorganização envolve quatro mudanças importantes: Aumento da interação com os amigos e colegas. Nessa fase, os jovens aumentam significativamente o tempo que passam com seus colegas, não lhes restando muito tempo para passarem com seus familiares; diminuição do controle de suas ações por parte dos adultos; aumento da aproximação com indivíduos do
sexo oposto; aumento do número de colegas, amigos e conhecidos, tendo em vista a preferência dos adolescentes por compartilhar seus interesses, valores, crenças e atitudes. Como se pode observar, na adolescência é comum o indivíduo vivenciar um número bem maior de relacionamentos do que quando ainda era criança. Dessa forma, os adolescentes tornam-se mais distantes de seus pais e, geralmente, recorrem aos seus colegas e amigos quando precisam de algum conselho ou opinião.
Descreva de forma sucinta como era a adolescência na nossa sociedade entre os séculos XVIII e XIX
RESPOSTA: A adolescência é um termo bastante recente em nossa sociedade, que foi se definindo entre os séculos XVIII e XIX. As mudanças sociais e econômicas daquele período produziram a necessidade de melhor precisão e delimitação dos grupos etários para a regulamentação das leis trabalhistas. Naquela época, os jovens de idade entre 13 e 15 anos eram vistos como crianças e o limite da infância estava mais ligado à dependência do indivíduo de sua família do que às mudanças biológicas com seu corpo.
Descreva pelo menos um fator de mudança biosociocomportamental por que passa o adolescente com relação aos domínios: biológicos, comportamental e social.
RESPOSTA: Quadro 1 – A mudança biossociocomportamental – a transição para a
idade adulta
Domínio biológico
Capacidade para a reprodução biológica.
Desenvolvimento de características sexuais secundárias.
Alcance do tamanho do adulto.
Domínio comportamental
Realização de operações formais em algumas áreas (pensamento sistemático).
Formação da identidade.
Domínio social
Relações sexuais.
Mudança para a responsabilidade fundamental por si mesmo.
Início da responsabilidade pelas próximas gerações.
Descreva pelo menos um fator de mudança biosociocomportamental por que passa o adolescente com relação aos domínios: biológicos, comportamental e social.:
RESPOSTA: Quadro Um – A mudança biosociocomportamental – a transição para a idade adulta
Domínio biológico Capacidade para a reprodução biológica. Desenvolvimento de características sexuais secundárias. Alcance do tamanho do adulto.
Domínio comportamental Realização de operações formais em algumas áreas (pensamento sistemático). Formação da identidade.
Domínio social
Relações sexuais. Mudança para a responsabilidade fundamental por si mesmo. Início da responsabilidade pelas próximas gerações.
Descreva segundo a literatura do modulo duas alternativas para obter a paz na escola?
RESPOSTA: Esse programa pode ser definido como um conjunto de estratégias psicopedagógicos que se fundamentam sobre princípios de solidariedade, tolerância e respeito às diferenças. Recebeu o nome “Educar para a Paz” por acreditar que a não violência é o maior anseio das crianças envolvidas no fenômeno, bem como de toda a sociedade. Envolve toda a comunidade escolar, inclusive os pais e a comunidade em que se insere a escola. As estratégias do programa incluem o trabalho individualizado com os envolvidos em bullying, visando à inclusão e o fortalecimento da autoestima das “vítimas” e a canalização da agressividade do “agressor” por meio de ações proativas. O “programa também conta com o envolvimento de toda escola, pais e a comunidade em geral” (FANTE, 2005).
O processo de “trazer a paz à escola” é definido por Fante como uma ação que se inicia pela formação de grupos de alunos solidários às vítimas de bullying que atuam como protetores daqueles que podem ser alvo dos bullies. Há também os grupos de pais solidários responsáveis por auxiliar os estudantes nas brincadeiras do recreio dirigido, juntamente aos “alunos-solidários”. A interiorização de valores humanistas, bem como a discussão de situações-problema de cada grupo ou classe são estratégias que visam à educação das emoções e o autocontrole, sendo desenvolvidas semanalmente (FANTE, 2005).
Descreva segundo a literatura do modulo o que é bullying?
RESPOSTA: Ofender, humilhar, espalhar boatos, fofocar, expor ao ridículo em público, fazer de bode expiatório, acusar, isolar, designar áreas de trabalho ou tarefas ruins, negar férias e feriados no local de trabalho, dar socos, tapas, chutes, insultar, ostracizar, sexualizar, fazer ofensas étnicas ou de gênero, enfim, todas essas atitudes podem e devem ser consideradas como prática de bullying.
O bullying pode ser entendido como um conjunto de atos praticados por estudantes, porém, hoje muitos estudos já defendem que o bullying não é praticado somente em escolas, ou seja, é também em locais de trabalho, em relacionamentos, nas famílias etc.
Descreva segundo a literatura do modulo três crenças que motivam comportamentos que levam a competitividade, bullying e a agressividade.
RESPOSTA: Dinheiro é poder, não se envolva certo é o mais forte, é importante vencer sempre, preciso disso (a gratificação deve ser imediata), mulher é objeto, esteja sempre a frente de todos, homens não tem sentimentos, eu estou sempre certo, a agressão é a forma adequada de lidar com a divergência, os bonzinhos chegam por último, dinheiro e poder são mais importantes que os relacionamentos pessoais, você não é responsável a menos que lhe peguem, fale sobre as pessoas e não com elas, culpe os outros pelos seus problemas, devo mostrar quem manda aqui,a infância é superestimada (cresça depressa para seguir com a vida), seja sempre o 1º., seus problemas não são da minha conta.
Descreva segundo a literatura do modulo, Três crenças que motivam comportamentos que levam a competividade bullying e a agressividade.
RESPOSTA: Middleton-Moz e Zawadski (2007) elencam alguns comportamentos que levam à competitividade, bullying e agressividade, em lugar de conexão e cooperação. Essas autoras sugerem um exercício de reflexão sobre o próprio comportamento e o da sociedade como um todo. Para esses autores, os hábitos ou crenças expressos abaixo costumam motivar o comportamento agressivo e de prática do Bullying. Vejamos alguns deles:
Preciso disso agora. A gratificação tem que vir imediatamente.
Certo estará quem tiver mais força.
Não se envolva.
É importante vencer o outro antes que ele o ultrapasse.
Esteja à frente, de qualquer jeito.
As mulheres são objetos.
Os homens não têm sentimentos.
Minhas opiniões estão corretas e as suas estão erradas.
A agressão é a forma adequada de lidar com a divergência.
Dinheiro e objetos são mais importantes do que relacionamentos.
Os bonzinhos chegam por último.
Você não é responsável, a menos que lhe peguem.
Dinheiro é poder. Você poderá obter o que quiser ou resolver qualquer problema com dinheiro.
Fale sobre pessoas, e não com as pessoas.
Culpe os outros por seus problemas.
Só me ouvirão se eu falar alto ou mostrar quem é que manda.
A infância é superestimada. Cresça depressa para poder seguir em frente com sua vida.
Busque sempre ser o primeiro.
Esses filhos são seus, não meus.
Seus problemas não são da minha conta
Descreva segundo Erikson, os principais fatores pelo qual o adolescente desenvolve sua personalidade.
RESPOSTA: Para Erikson, o adolescente desenvolve sua identidade por meio de um pro-cesso que depende dos seguintes fatores:
O julgamento que ele faz dos outros.
O julgamento que os outros fazem dele.
Como ele vê o julgamento dos outros.
Como ele mantém em sua mente categorias sociais importantes quando faz um julgamento sobre outras pessoas.
O jovem tem um comportamento mais reflexivo que o leva a se preocupar com sua imagem social e sua integração, mas que também considera suas idéias e convicções individuais
Descreva segundo, Serrão e Baleeiro a experiência proporcionada pela fase inicial de um grupo.
RESPOSTA: Serrão e Baleerio (1999, p. 139), de maneira bem simples e direta, descrevem a experiência proporcionada pela fase inicial de formação de um grupo: Quando um grupo se inicia, todos chegam trazendo o que é seu. Desconfiados, apreensivos, alegres, interessados, observadores, distraídos, esperançosos, temerosos, tímidos, expansivos, silenciosos, resistentes, eles vêm se aproximando em busca de algo, cada um com seu jeito, sua forma, seu temperamento, sua história de vida, seu desejo, seu destino.
Mãos soltas e olhares inquietos começam a ver outros seres, outros olhos, e ao se darem as mãos somam afetos, alegrias, preocupações, carinhos, medos.
Um grupo se forma quando todos encontram nele seu lugar, lugar flexível, garantindo a cada um, sua importância, seu significado. Eu, você, o outro – nós.
Diante das ideias trazidas até aqui, é importante ressaltar que para o educador ter um bom relacionamento, uma boa dinâmica grupal com seus alunos adolescentes, é preciso estar atento a todas as especificidades que o jovem encontra no decorrer dessa fase e que são fundamentais para a construção de sua identidade e da convivência em sociedade.
Descreva sucintamente sobre as mudanças biológicas por quem passa pela adolescência.
RESPOSTA: Geralmente, após os dez anos de idade, a série de mudanças biológicas, chamada de puberdade, colocam nossos jovens em um estado de amadurecimento biológico que os torna capazes de se reproduzirem sexualmente. Esse amadurecimento está ligado a uma série de transformações que se iniciam por um sinal químico do hipotálamo, localizado na base do cérebro. A partir desse sinal, a glândula da hipófise é ativada e aumenta a produção de hormônios do crescimento (COLE 2003, p. 626).
Segundo Cole, além dos hormônios do crescimento, também ocorre um aumento na fabricação de dois hormônios gonadotróficos, ou seja, aqueles que são produzidos pelas gônadas sexuais (gonad-seeking). Essas gônadas ou órgãos sexuais primários correspondem aos ovários, nas meninas, e aos testículos, nos meninos. Neles, esse tipo de hormônio estimula os testículos e as glândulas supra-renais a produzirem a testosterona, hormônio responsável pela produção do esperma.
Nas meninas, a liberação dos hormônios de crescimento estimula os ovários a produzirem o estrógeno a progesterona, responsáveis por controlar o processo de produção do óvulo até o momento em que é liberado para a reprodução. Vale ainda ressaltar que tanto a testosterona como o estrógeno e a progesterona está presentes em ambos os sexos, só que em proporções diferentes. Nos meninos, a testosterona é 18 vezes maior do que nas meninas as quais, por sua vez, possuem uma quantidade de estrógeno oito vezes maior que o sexo oposto.
As diferenças físicas entre homens e mulheres podem nos ajudar a compreender o motivo pelo qual os indivíduos do sexo masculino têm sido tradicionalmente, os responsáveis pelos trabalhos mais pesados. Elas também ajudam a explicar o bom desempenho dos atletas masculinos, mesmo frente a melhor das atletas femininas. Entretanto, em alguns aspectos, as mulheres levam vantagem, exibem uma maior capacidade física do que os homens. Isso porque elas vivem mais tempo e têm maior capacidade de tolerar o estresse em longo prazo (HAYFLI-VK apudCOLE, 2003).
Historicamente falando, quais são os tipos de organização familiar existentes?
RESPOSTA: A família consangüínea: formada pelo inter-casamento entre irmãos e irmãs no interior de umgrupo; a família punaluana: um grupo de homens conjuntamente casado com um grupo demulheres. Esse tipo de organização familiar foi um dos primeiros a impedir o casamento entreirmãos; a família sindiásmica ou de casal: casamento composto pela união de casais que não tinham a obrigação de morarem juntos. O casamento existia enquanto ambos desejassem; afamília patriarcal: o casamento de um só homem com várias mulheres; e, por último, a família monogâmica: composta pelo casamento de duas pessoas, com obrigação de morarem juntas. Nessa união está inclusa a fidelidade, o controle do homem sobre a mulher e os filhos, a garantia da descendência por consangüinidade e, portanto, a garantia do direito de herança aos filhos legítimos.
* Observação: Se o aluno citar somente o nome das organizações familiares também está correto.
O que devemos considerar para compreender o processo de aprendizagem?
RESPOSTA:  Para Piaget, as funções essenciais da inteligência consistem em compreender e inventar; ou ainda, construir estruturas mentais de forma a organizar a realidade. Por isso, acredita-se que o futuro da educação está em tirar proveito do desejo inato da própria criança de reinventar o mundo do seu modo. Toda criança tem o direito de percorrer seu processo de desenvolvimento, por ser a única responsável por construir conhecimentos que se encontram no âmbito de sua sociedade e cultura. No entanto, muitas vezes, a escola não considera os processos cognitivos do aluno e suas diferentes etapas por desconhecer o desenvolvimento infantil.
A escola piagetiana entende que a criança não tem dificuldades de aprender, mas problemas a resolver. Essa mesma criança possui inúmeras hipóteses a serem formuladas sobre o mundo que a rodeia de forma que o compreenda gradativamente,
de acordo com o estágio de inteligência que vivencia no momento.
Um ambiente educativo deve ser desafiador para a inteligência da criança, gerando desequilíbrios cognitivos para que a aprendizagem ocorra de forma significativa e estabeleça novo equilíbrio. Ignorar os processos de construção interna do aluno significa focalizar a ação pedagógica somente no ensino, induzindo aquele que tem dificuldades em atender às expectativas do seu professor ao fracasso escolar inexoravelmente.
O que é autocuidado?
RESPOSTA: Autocuidado é a habilidade de se cuidar, buscando satisfazer as necessidades do corpo e da mente, evitando hábitos que prejudiquem a qualidade de vida. Algumas crianças e jovens que passam muito tempo distante dos pais ou daqueles que lhe dão assistência, também desenvolvem essa habilidade. O período em que ficam sozinhos, geralmente, é aquele dado entre o final do período escolar e o retorno dos pais para casa depois do trabalho.
O que é resiliência?
RESPOSTA: Resiliência pode ser definida como a capacidade que uma pessoa tem para enfrentar positivamente
as dificuldades, apesar do impacto negativo da adversidade.
Por que os especialistas afirmam que é tão difícil chegar a uma definição sobre adolescência?
RESPOSTA: Os pesquisadores concluem que não existe uma definição precisa para as palavras adolescência e juventude, pois cada área do conhecimento vê esse fenômeno a partir de uma abordagem específica.
A medicina vê a adolescência como um processo de maturação física do corpo humano. A psicologia vê a fase do adolescer como uma etapa importante da psique em que a personalidade começa a ser consolidada. Outras ciências humanas tais como a história e a sociologia afirmam a influência do contexto sócio-histórico para o estabelecimento da fase que conhecemospor adolescência, tendo em vista que em outras épocas ela ainda não existia. Por isso, são muitos os pesquisadores que concordam quanto ao fato dessa fase ser fruto de uma construção social e, por isso, ser tão difícil de ser delimitada, conceituada em uma única definição.
Por que podemos ter jovens passando pela adolescência de formas diferentes, mesmo morando em uma mesma sociedade e compartilhando as mesmas  crenças e valores culturais?
RESPOSTA: Porque a adolescência é uma construção social e são vários os fatores que interferem no modo como se desenvolve essa fase. Por exemplo: o fator econômico pode determinar se um jovem irá ingressar no mundo de trabalho mais rapidamente e logo ter responsabilidades de um adulto. Diferentemente, um outro rapaz, por ter uma condição financeira melhor, poderá freqüentar uma faculdade, mantendo-se financeiramente dependente dos pais e, conseqüentemente, levando mais tempo para ter as responsabilidades de adulto.
Quais elementos o educador deve levar em consideração, segundo a literatura do modulo para ter um bom relacionamento grupal.
RESPOSTA:  Realização de operações formais em algumas áreas (pensamento sistemático).
Formação da identidade.
Quais elementos o educador deve levar em consideração, segundo a literatura do modulo para ter um bom relacionamento grupal.
RESPOSTA: Realização de operações formais em algumas áreas (pensamento sistemático). Formação da identidade. Diante das ideias trazidas até aqui, é importante ressaltar que para o educador ter um bom relacionamento, uma boa dinâmica grupal com seus alunos adolescentes, é preciso estar atento a todas as especificidades que o jovem encontra no decorrer dessa fase e que são fundamentais para a construção de sua identidade e da convivência em sociedade.
Quais os comentários mais comuns que se costuma ouvir referente às dificuldades da aprendizagem da criança?
RESPOSTA: É comum ouvirmos, de pais e educadores, comentários referentes às dificuldades das crianças para aprender:
É esforçado, mas não consegue aprender.
É muito distraído, perde objetos com frequência e parece desorientado.
Não consegue se expressar com clareza.
É atrapalhada, tropeça e cai com frequência.
Realiza e compreende bem as tarefas, mas não consegue aprender a ler.
No conjunto das explicações fornecidas por pais e educadores para expressar a frustração com a não aprendizagem da criança, é comum a utilização de termos como “problemas de aprendizagem”, “dificuldade de aprendizagem”, “distúrbios de aprendizagem” que são mencionados equivocadamente sem nenhum critério, gerando confusão e preconceitos sobre o assunto.
Quais são as atitudes esperadas de um professor ao trabalhar sexualidade com adolescentes?
RESPOSTA: A postura desse profissional deve ser a de:
aceitar sua própria sexualidade e a dos demais;
acreditar e pôr em prática sentimentos e atitudes de igualdade entre os sexos;
respeitar diferenças individuais e socioculturais;
buscar superar mitos, preconceitos e tabus sexuais;
dispor de informação científica sobre a sexualidade;
ser tolerante e democrático, participativo, empático e comunicativo.
Quais são as causas para que uma pessoa se torne um bully?
RESPOSTA: Dentre as principais causas que levam a esse tipo de comportamento está a carência afetiva, a ausência de limites e o modo com que alguns pais costumam afirmar sua autoridade perante os filhos. Algumas práticas de profundo caráter violento são equivocadamente consideradas “educativas” e necessárias à educação dos jovens.
Quais são as conseqüências dos ataques de bullying para as vítimas?
RESPOSTA: As conseqüências dos ataques podem levar à depressão, angústia, baixa auto-estima, estresse,evasão escolar, atitudes de auto-agressão ou suicídio.
Quais são as formas de violência na família?
RESPOSTA: Abandono, negligência, violência psicológica, ou seja, situações que comprometem o desenvolvimento saudável da criança e do jovem. A negação do afeto é a primeira forma de violência que uma pessoa pode sofrer por parte de sua família, pois a criança depende disso para sua sobrevivência psíquica, assim como precisa de alimentação e cuidados.
Quais são as principais formas de violência na escola?
RESPOSTA: A violência que ocorre em âmbito escolar pode se manifestar na relação entre aluno X professor, por meio de práticas autoritárias que não promovem espaço para o diálogo, utilizam-se de preconceitos, agridem verbalmente, moralmente ou fisicamente – o aluno, o professor, ou ambos.
Esse tipo de violência pode ser notado em algumas práticas disciplinares que buscam a sujeição, a submissão, a obediência e o conformismo do aluno.
Quais são as temáticas reflexivas que o professor pode colocar em prática a fim de possibilitar uma mudança social?
RESPOSTA: Dentre as temáticas, podemos mencionar :
articulação entre a escola e a vida;
renovação e reconstrução dos conhecimentos, buscando a contextualização do conteúdo trabalhado;
trabalhar as regras sociais de maneira reflexiva, buscando pensá-las como forma de promoção
da convivência;
promover a parceria entre professores e alunos;
incentivar o diálogo.
Quais são os cuidados que a escola dever ter ao trabalhar educação sexual com seus alunos?
RESPOSTA: O trabalho de educação sexual nas escolas não deve se restringir ao fornecimento de informações sobre a fisiologia e anatomia do corpo e dos mecanismos de reprodução. A escola deve esclarecer seus alunos adolescentes que a fase pela qual passam também conta com transformações emocionais muito fortes. O desenvolvimento da sexualidade deve acompanhar o amadurecimento emocional, sempre em respeito aos sentimentos, atitudes, crenças e valores de cada indivíduo.
Quais são os períodos do desenvolvimento, segundo Piaget?
RESPOSTA: Sensório-motor; pré-operatório, operatório-concreto e operatório formal.
Quais são os principais questionamentos que surgem na adolescência?
RESPOSTA: Muitos especialistas afirmam que esse período é caracterizado por crises de identidade, e ocorrem questionamentos relativos ao próprio corpo, aos valores que se tem como verdades, às escolhas a serem feitas, ao que é exigido do indivíduo nessa fase e ao lugar a ser ocupado na sociedade.
Qual a definição de bullying?
RESPOSTA: Ofender, humilhar, espalhar boatos, fofocar, expor ao ridículo em público, fazer de bode expiatório e acusar, isolar, designar áreas de trabalho ou tarefas ruins ou negar férias e feriados no local de trabalho, dar socos, tapas, chutes, insultar, ostracizar, sexualizar ou fazer ofensas étnicas ou de gênero. Tudo isso pode e deve ser considerado como prática de bullying.
Que diferenças podemos citar sobre a escolha profissional atual e a que ocorria no passado?
RESPOSTA: Atualmente, as escolhas levam em consideração o mercado de trabalho, as questões econômicas e sociais. Antigamente, o trabalho era passado de geração em geração mantendo as tradições.
Que medidas devem ser tomadas por um professor no auxílio do desenvolvimento da resiliência de seus alunos?
RESPOSTA: O professor pode:
estimular valores que apóiem seus alunos na tomada de decisões diante das dificuldades;
desenvolver continuamente formas de capacitação, mesmo fora do sistema educacional;
estimular à capacidade de liderança e monitoramento de sua turma;
desenvolver habilidades de assumir responsabilidades e resolver problemas
Segundo a literatura do modulo descreva três sintomas que indicam que os jovens estão consumindo álcool?
Mudanças bruscas de humor, isolamento social, tonturas e enjôos, inapetência, andar cambaleante, tremores e sonolência, vermelhidão na face, agressividade.
Segundo a literatura do módulo, descreva possíveis diferenças entre as condições de vida de um adolescente de uma família de baixa renda e um adolescente de classe média.
RESPOSTA: Os jovens de classe média, com certeza, possuem um período mais longo de preparação. Nesse momento, tomam importantes decisões acerca de sua vida, como a escolha de uma carreira universitária. Já o jovem de classe operária pode cursar uma escola técnica onde aprenderá um ofício e ingressará no mundo de trabalho mais rapidamente. Outros jovens, ainda, nem sequer chegam ao Ensino Médio, pois deixam de frequentar a escola para trabalhar e ajudar na renda familiar.
Segundo a literatura do modulo. Descreva três sintomas que indicam que os jovens estão consumidos álcool?
RESPOSTA: Vale notar ainda que podemos saber se um jovem está consumindo álcool se apresentar pelo menos três dos seguintes sintomas: mudanças bruscas de humor; isolamento social; tonturas e enjoos; inapetência; andar cambaleante; vermelhidão da face; tremores e sonolência; agressividade. Ao diagnosticar o problema, os pais devem manter o diálogo aberto, mostrando o certo e o errado. Outra atitude importante, por parte dos pais, é buscar ajuda especializada para si mesmo.
Segundo o texto complementar estudado, quais são os possíveis papéis que a escola pode exercer no desenvolvimento humano?
RESPOSTA: Podemos dizer que alguns dos papéis da escola são:
preparar as crianças para viverem no mundo adulto;
ensinar a trabalhar;
ensinar regras sociais;
ensinar valores morais e coletivos;
ensinar as técnicas da leitura, escrita e cálculo, além das técnicas corporais;
a escola faz a mediação entre a criança e o mundo social.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário!