segunda-feira, setembro 28, 2015

Online Prova N2

PSICOGÊNESE DA LINGUAGEM ORAL E ESCRITA: SUBSÍDIOS PARA ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO

1. [QuestãoID 75379] Para o avanço no processo de apropriação da linguagem oral é importante que a criança compartilhe o ato de contar histórias do cotidiano, de fadas, de medo, de aventura, de tempos próximos ou distantes para que


·          passe a organizar linguisticamente experiências vivenciadas por ela ou por outros e, portanto, a elaborar seu discurso.
·          tenha acesso e memorize estruturas gramaticais corretas.
·          tenha acesso e memorize estruturas próprias da narrativa.
·          desenvolva memória, percepção visual e auditiva.

2. [QuestãoID 75393] Dentre as dificuldades para estruturação de um texto escrito relacionadas às formas de operar sobre as modalidades oral e escrita destaca-se


·          a dificuldade de compreensão das distinções existentes entre os textos orais e escritos e a realização da transposição da organização do discurso escrito para a produção oral.
·          a dificuldade das equivalências existentes entre os textos orais e escritos e a realização da reprodução da organização do discurso oral para a produção escrita.
·          a dificuldade de compreensão das distinções existentes entre os textos orais e escritos e a realização da transposição da organização do discurso oral para a produção escrita.
·          a dificuldade das equivalências existentes entre os textos orais e escritos e a realização da transposição da organização do discurso oral para a produção escrita.

3. [QuestãoID 75352] Para a superação de dificuldades de leitura são fundamentais atitudes dos adultos que levem em conta



·         I. não apenas uma leitura possível, pois cada sujeito impõe o seu conhecimento, os seus valores, a sua experiência ao texto.
II. o sentido do texto, que não é formulado só por quem escreve, mas depende daquele que realiza a sua leitura.
III. que a pouca familiaridade com o assunto do texto pode causar dificuldades na sua leitura. O conhecimento prévio sobre o assunto tratado no texto, embora não esteja nele explícito, interfere no seu entendimento.

Assinale a alternativa correta.

·          Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
·          Apenas as afirmativas II e III estão corretas.
·          Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
·          Todas as afirmativas estão corretas.

4. [QuestãoID 75360] Os gêneros discursivos secundários são produzidos, preferencialmente, em


·          bilhetes para familiares.
·          textos acadêmicos.
·          listas.
·          piadas.


domingo, setembro 27, 2015

PRÁTICA TEXTUAL EM LÍNGUA PORTUGUESA - AV VIRTUAL

1. [QuestãoID 73572] Assinale a proposição correta considerando o tema gêneros textuais.
 Os gêneros textuais apresentam um número reduzido, diferentemente do que ocorre com as sequências.
 Tanto os gêneros textuais quanto as sequências são em número ilimitado.
 É possível encontrar gêneros constituídos por mais de uma sequência textual.C
 Os gêneros textuais são formados por apenas uma sequência textual.

2. [QuestãoID 73555] A partir da leitura do parágrafo a seguir, assinale a técnica empregada em sua construção.
Na Pré-História, quando os homens eram apenas caçadores e coletores, não havia grande necessidade de regras senão aquelas básicas, ditadas pela frágil condição humana diante das forças descomunais da natureza. A escassez de espaço e de comida no período subsequente, o da Idade do Gelo, que se encerrou há 11 000 anos, desencadearia a criação de regras que acompanham a humanidade desde então. Nossos antepassados tiveram a necessidade premente de estabelecer normas mais complexas de convivência.
(Veja, 9 jan. 2008. p. 55.)
 Declaração inicial.
 Omissão de dados identificadores.
 Alusão histórica. C
 Interrogação.

3. [QuestãoID 73556] Após a leitura do fragmento abaixo, assinale a alternativa correta.
A cultura do cigarro começou a ser destruída depois que a ciência comprovou o efeito devastador do fumo na saúde. Hoje, sabe-se que um em cada dois fumantes regulares morre por causa do tabaco e que coibi-lo traz resultados imediatos para a saúde pública. Em algumas cidades americanas, a incidência de ataques cardíacos caiu até 27% depois da proibição do fumo em locais fechados.

(Veja, 9 jan. 2008. p. 71.)
 Uma citação e o desenvolvimento por exemplificação compõem o segmento apresentado.
 O segmento anterior exemplifica a construção de parágrafo por omissão de dados identificadores.
 No segmento, temos uma declaração inicial e seu desenvolvimento por fundamentação da proposição. C

segunda-feira, setembro 21, 2015

NOITE DE IMPROVISO

Com Edu Nunes, Marco Gonçalves e Marcio Ballas

Serviço

Teatro Mario Covas
Data: 10 de Outubro - Sábado
Horário: 21:00
Gênero: Comédia
Classificação Indicativa: 14 anos
Duração: 60 Minutos
Poltrona Numerada – Setor Único
·        O Espetáculo começa rigorosamente no horário marcado. Não será permitida a entrada na sala de exibição após as 21:00.
·        É expressamente proibido gravar, filmar ou fotografar o espetáculo.

Ingressos

Promocional (Antecipado)
R$ 50,00 (inteira)
R$ 25,00 (meia entrada)*

No dia do Evento (Na bilheteria do teatro a partir das 14:00)
R$ 60,00 (inteira)
R$ 30,00 (meia entrada)*

* Estudantes, professores, funcionários públicos municipais, aposentados maiores de 60 anos.
* Descontos não Cumulativos.
* Para meia entrada será solicitado documento que comprove direito ao benefício.


Pontos de Venda Autorizados

Lojas Presson – Calçadão Santa Cruz – Centro – 12 3882 3503
Nobel Livraria –  Serramar Parque Shopping – 12 3885 9780
Ingresso Rápido – www.ingressorapido.com – 4003 1212
Ophicio Cultural – Reservas – 12 7818 3591/90*229035
Não nos responsabilizamos por ingressos adquiridos fora dos pontos de venda autorizados.

Informações
TMC – 3881 2623

Sinopse

O projeto NOITE DE IMPROVISO pretende dar continuidade a pesquisa de linguagem de improvisação teatral no Brasil e ao processo de contínua formação de um público que acompanhe a evolução dessa linguagem.
O espetáculo traz aos palcos o modelo de improvisação teatral com cenas de curta duração, através de jogos e desafios passados aos quatro atores por um mestre de cerimônias (o quinto ator) e pela plateia, que presencia a criação de um espetáculo único.
O formato do espetáculo já foi realizado na Europa, Estados Unidos, Canadá e alguns países da América do Sul. Entretanto, no Brasil ele é pouco conhecido e divulgado.
Apenas alguns poucos grupos em São Paulo (Jogando no Quintal/Barbixas) e Rio de Janeiro (Zenas) possuem esse formato de maneira estruturada.
Graças às suas características, o espetáculo proporciona uma identificação imediata com o público, na medida em que toda a condução do espetáculo parte de elementos colhidos junto à platéia.
Além disso, a presença de um mestre de cerimônias aproxima ainda mais a platéia do espetáculo, foi concebido por atores de dois grupos de teatro: Cia do Quintal, um dos principais grupos de teatro de improvisação no Brasil com dez anos de pesquisa nesta linguagem, e atrizes da Cia As Olívias, um grupo de humor que pesquisa e explora esse segmento.
O espetáculo tem direção de Marcio Ballas que junto com seus companheiros Marco Gonçalves Edu Nunes, fizeram da NOITE DE IMPROVISO uma das principais referências da improvisação brasileira. Noite de Improviso tem música ao vivo, improvisada pelo músico Daniel Tauszig e recebe a cada noite um convidado especial. Já passaram pelo palco nomes como Rafinha Bastos, Fernando Caruso,  Mariana Armellini, Cris Werson, Murilo Couto, Daniel Nascimento, Anderson Bizzochi e Elídio Sanna.
Diversão garantida!



Os ingressos já estão a venda!!!!!

sábado, setembro 12, 2015

Dica de Leitura




Olá pessoal aqui do blog, tudo bem?
Hoje vim trazer uma DICA DE LEITURA, muito interessante para quem está dando aula no Ensino Infantil nas turmas de 3º e 4º anos, pois creio que esta dica irá enriquecer algum momento caso o professor assim deseje, ou simplesmente pelo prazer desta leitura, simples, leve e fácil.

Hoje trago para vocês o conto"O Passarito e a Água" de  Matilde Toimil e Ilustração de Mário Fernandes,  Super Recomendo,  O conto trata da viagem de um pequeno passarito que se encanta pelos sons da água e pode ser também encontrado no amazon nos seguintes links:




Até mais pessoal.
Beijos e Bons Estudos!.

Prova Online

Bom dia pessoal, postando arquivo recebido de uma colega!
Bons estudos a todos.

PRÁTICA TEXTUAL EM LÍNGUA PORTUGUESA 


 1. Assinale a alternativa que organiza as informações dadas, estabelecendo uma relação de oposição.
* Todo ano a vacina muda.
* Os resultados continuam muito aquém do esperado.
(Revista da Semana, 14 jan. 2008, p. 22. Adaptado.)
A ) Como todo ano a vacina muda, os resultados continuam muito aquém do esperado.
B ) Todo ano a vacina muda, pois os resultados continuam muito aquém do esperado.
C ) Todo ano a vacina muda, mas os resultados continuam muito aquém do esperado.
D ) Todo ano a vacina muda porque os resultados continuam muito aquém do esperado.

2. Assinale a proposição correta sobre a importância da coerência textual.
A) A atribuição da coerência é a mesma para todos os leitores e fatores como conhecimento escolar ou vivências não interferem nesse processo.
B) A coerência independe do tipo de texto: ela deve ser analisada da mesma forma tanto para textos infantis quanto para textos literários.
C) A coerência textual pode ser observada em textos acadêmicos e não é possível percebê-la em textos poéticos, por exemplo.
D) A coerência textual é a responsável pela tessitura do texto, ou seja, "transforma" um aglomerado de frases em texto.
3. Leia atentamente o texto abaixo.
A pesquisa atual sobre gêneros toma como ponto de partida os estudos de Mikhail Bakftin, que, em sua obra Estética da Criação Verbal, assim os conceitua: Todas as esferas da atividade humana, por mais variadas que sejam, estão relacionadas com a utilização da língua. Não é de surpreender que o caráter e os modos dessa utilização sejam tão variados como as próprias esferas da atividade humana [...]
Agora, assinale a afirmativa correta.
A) Temos no fragmento acima um exemplo de citação, que é uma das formas da intertextualidade das semelhanças.
B) A citação acima, por estar inserida em um texto acadêmico, não se constitui em exemplo de intertextualidade, que só ocorre em textos literários.
C) A intertextualidade pode ocorrer tanto em textos literários quanto em textos não literários, mas quando ocorre nesses últimos só se realiza pela oposição às idéias do texto fonte.
D) Em textos não literários – como o fragmento acima –, a intertextualidade só é possível quando a citação é empregada como contra-argumentação.

4. Leia o fragmento a seguir.
O verbo fez pode ser empregado em contextos linguísticos diversos. Assinale a alternativa que melhor substitui esse vocábulo.
A) Concertou
B) Cronometrou
C) Executou
D) Construiu

5. Leia o fragmento a seguir.
E você, fez todos os seus abdominais e as suas flexões neste ano?
*Anúncio publicitário.*
O verbo fez pode ser empregado em contextos linguísticos diversos. Assinale a alternativa que melhor substitui esse vocábulo.
A) construiu
B) consertou
C)executou
D)cronometrou

6. Assinale a alternativa correta, a partir da leitura do parágrafo a seguir.
Para substituir o Grand K, os pesquisadores trabalham com duas possibilidades. A primeira é o uso da chamada balança de watt. Nesse caso, o quilo seria definido pela corrente elétrica necessária para gerar uma força equivalente a esse peso no campo magnético da balança. Todas as peças equilibradas pela mesma corrente teriam 1 quilo. Outra possibilidade é associar o quilo ao número de átomos de silício presentes numa esfera de cristal. Por esse método, qualquer corpo terá massa de 1 quilo quando seu peso for igual ao total de átomos de silício da esfera. Para quem se pesa ou vai ao açougue, o importante é que 1 quilo volte a ser 1 quilo.
(veja, 9 jan. 2008. p.80.)
A) O parágrafo anterior é desenvolvido por exemplificação.
B) No parágrafo anterior, a frase-núcleo é desenvolvida por divisão.
C)Esse é um exemplo de parágrafo informativo: responde as questões o quê, quando, onde, por quê.
D) No parágrafo anterior, temos desenvolvimento por definição.

7. A partir da leitura do parágrafo a seguir, assinale a técnica empregada em sua construção. Na Pré-História, quando os homens eram apenas caçadores e coletores, não havia grande necessidade de regras senão aquelas básicas, ditadas pela frágil condição humana diante das forças descomunais da natureza. A escassez de espaço e a comida no período subseqüente, o da idade do Gelo, que se encerrou há 11 000 anos, desencadeando a criação de regras que acompanham a humanidade desde então. Nossos antepassados tiveram a necessidade premente de estabelecer normas mais complexas de convivência.
(Veja, 9 jan. 2008. p. 55.)
A) Alusão histórica.
B) Omissão de dados identificadores.
C) Interrogação.
D) Declaração inicial.

8. Assinale a alternativa que apresenta a melhor redação para a reorganização das informações a seguir.
- A última grande oportunidade do primeiro semestre é a usina de Jirau.
- A usina de Jirau faz parte do complexo hidrelétrico do Rio Madeira .
- A usina de Jirau já atraiu o interesse de grupos como Iberdrola, Suez , CPFL e Lignt.
(Revista da Semana , 14 jan. 2008. p. 34. Adaptado.)
A) A usina de Jirau já atraiu o interesse de grupos como Iberdrola, Suez , CPFL e Lignt e agora faz parte do complexo hidrelétrico do Rio Madeira a última grande oportunidade do primeiro semestre.
B) A usina de Jirau faz parte do complexo hidrelétrico do Rio Madeira, a última grande oportunidade do primeiro semestre que já atraiu o interesse de grupos como Iberdrola, Suez , CPFL e Lignt.
C) A última grande oportunidade do primeiro semestre é a usina de Jirau, que já atraiu o interesse de grupos como Iberdrola, Suez , CPFL e Lignt.
D) A última grande oportunidade do primeiro semestre é a usina de Jirau, do complexo  hidrelétrico do Rio Madeira, que  já atraiu o interesse de grupos como  Iberdrola, Suez , CPFL e Lignt.
9. Observe o segmento a seguir.
Xororó apóia decisão de Sandy de não pousar para a VIP.
Manchete do Jornal Último Segundo.
A) No segmento acima, há incoerência sintática, percebida pela ma organização dos elementos lingüísticos.
B) No segmento acima, percebemos uma incoerência semântica, devido ao uso equivocado do verbo pousar.
C) Tanto a coerência pragmática quanto a estilística foram violadas no segmento acima.
D) O fator conhecimento de mundo não foi respeitado, o que compromoteu a coerência do segmento.

10. Observe o texto a seguir.
Canção do exílio facilitada
                José Paulo Paes
Lá?
Ah!
Sabiá...
Papá...
Maná...
Sofá...
Sinhá...
Cá?
Bah!.
Agora, assinale a alternativa correta.
A) A intertextualidade só é possível quando mantém a mesma linha argumentativa do texto fonte.
B) Por não apresentar elementos coesivos, não se pode estabelecer a intertextualidade entre esse poema e a “Canção do exílio”, de Gonçalves Dias.
C) Por subverter a estrutura original de “Canção do exílio”, de Gonçalves Dias, a  “Canção do exílio facilitada” acaba corrompendo o texto original.
D) O texto “Canção do exílio facilitada” é construído estabelecendo uma relação intertextual com o poema “Canção do exílio”, de Gonçalves Dias.


11. Observe o texto a seguir.
Bom conselho
Chico Buarque
Ouça um bom conselho
Que eu lhe dou de graça
Inútil dormir que a dor não passa
Espere sentado
Ou você se cansa
Está provado, quem espera nunca alcança
Venha, meu amigo
Deixe esse regaço
Brinque, com meu fogo
Venha se queimar
Faça como eu digo
Faça como eu faço
Aja duas vezes antes de pensar
Corro atrás do tempo
Vim de não onde
Devagar é que não se vai longe
Eu semeio o vento
Na minha cidade
Vou pra rua e bebo a tempestade

Agora, assinale a afirmativa correta.
A) No verso “Aja duas vezes antes de pensar”, temos uma releitura do provérbio original, mas, como nessa releitura não se mantém a orientação argumentativa do texto fonte, não podemos dizer que há intertextualidade.
B) Temos no texto acima a intertextualidade das diferenças, pois o autor subverte os provérbios originais.
C) A intertextualidade das semelhanças (paráfrase, por exemplo) pode ser exemplificada pelo texto acima.
D) A intertextualidade só ocorre a partir de textos em que se pode recuperar a autoria, ao contrário do que se vê no texto acima.

12.  Sobre as várias formas de intertextualidade, é correto afirmar que
A) a intertextualidade das diferenças ocorre quando é possível recuperar o texto que serviu de inspiração para a nova produção.
B) A intertextualidade das semelhanças ocorre quando não é possível recuperar o texto que serviu de inspiração para a nova produção.
C) a intertextualidade explicita ocorre quando não se faz menção ao texto fonte.
D) a intertextualidade implícita ocorre quando não se faz menção ao texto fonte. 



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...