segunda-feira, janeiro 25, 2016

Série Educação Especial - Inclusiva #3



Pessoal,
Abaixo segue uma matéria que eu li sobre o autismo, quando estudantes nós não temos, tempo para nos relacionarmos com crianças de diversas áreas que abrangem a educação especial, sendo assim, vamos usar este espaço para trocarmos experiências, conhecimentos sobre o assunto, como muitos aqui moram em locais diferentes será interessante, como é a educação Especial em seu município, quais os desafios?
Atualmente ainda estou cursando minha especialização e em breve vou falar mais um pouquinho sobre o assunto.
Deixo aqui o post retirado do Site Capital News, mesmo sendo de outro estado ajuda a darmos incío a discussão
Link do post original: http://www.capitalnews.com.br/imprime.php?cid=287246&sid=17


Lei garante 10% das vagas nas escolas municipais para crianças autistas

Constrangimentos na hora de conseguir vaga deve diminuir

Juliana Vilas Boas 
Capital News


Juliana Vilas Boas / Capital News
Lei garante 10% das vagas nas escolas municípais para crianças com autistas
Mãe e filha comemoram mais uma conquista que garante os direitos de crianças autistas
O ano letivo de 2016 na REME (Rede Municipal de Ensino) começa com a inclusão obrigatória e reservas de vagas em escolas da Rede Pública para crianças e adolescentes com transtorno do espectro autista. A lei foi sancionada pelo prefeito Alcides Bernal (PP), na última sexta-feira (15) e pais e profissionais já comemoram tal conquista.

Segundo o autor da Lei, o vereador Carlos Augusto Borges, “Carlão” (PP) explicou que as escolas da Rede Pública Municipal do ensino fundamental deverão reservar dez por cento (10%) das vagas em cada escola para pessoas portadoras do Transtorno do Espectro do Autismo (TEA).

 “O Poder Executivo, através de seu corpo especializado, estabelecerá regras para ocupação das vagas levando em consideração o perfil psicossocial dos autistas atendido pelo órgão competente, assim  justificando que a Lei visa efetivar Lei Federal nº 12.764/12 que institui a política nacional dos portadores com Espectro Autista, minimizando e evitando o constrangimento dos familiares e dos portadores, perante as escolas públicas no município de Campo Grande na hora de procurar vagas”, detalhou Carlão.

No ano passado muitas mães procuraram a mídia para falar sobre a dificuldade em encontrar vagas em escolas particulares para seus filhos autistas. Com a nova lei sancionada que reservará 10% das vagas mães como a empresária, Juliana Vasconcelos comemora a conquista mesmo que seja para a Rede Municipal.
Nana Flor Brum da Cunha
Lei garante 10% das vagas nas escolas municípais para crianças com autistas
Durante a entrevista Sara, que sempre é muito tímida se soltou para as lentes

2 comentários:

  1. Estou cursando o curso de pedagogia e estou cada vez mais, e após finalizar essa etapa pretendo fazer uma especialização em educação especial. Gostei muito do seu texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá obrigada pela visita o texto é da Juliana Vilas Boas.
      Fico feliz por estar gostando do Blog.
      Um forte Abraço e bons estudos!;)

      Excluir

Deixe seu comentário!

Postagem em destaque

Entre em contato e peça um orçamento!.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...