terça-feira, março 07, 2017

A atuação da Psicopedagoga junto à crianças e adolescentes com Transtorno do Déficit de Atenção com ou sem Hiperatividade (DDA ou TDAH).

Olá pessoal aqui do PEDAGOGIA ONLINE EAD, estou compartilhando este texto, pois achei bem interessante, infelizmente não possuo as informações de onde ele foi retirado, provavelmente eu recebi por e-mail.Caso alguém saiba de quem é me comunique para que eu possa dar os devidos créditos, pois não localizei na pasta e nem no PDF.

A Psicopedagogia é uma especialidade multidisciplinar que integra diversos conhecimentos nas áreas que envolvem a aprendizagem, como a Psicologia, Pedagogia, Neurologia, Fonoaudiologia, entre outras.

O acompanhamento Psicopedagógico tem como objetivo abordar o processo da aprendizagem, como esse se desenvolve e de que forma o indivíduo se relaciona com o aprender; nos aspectos cognitivos, emocionais e sociais.Quando são identificadas dificuldades neste processo, a Psicopedagogia busca as suas origens, os possíveis distúrbios; as habilidades e as limitações do ser que aprende.

A intervenção Psicopedagógica pode ser terapêutica, preventiva e de inclusão escolar.

A Avaliação Psicopedagógica é iniciada a partir da primeira entrevista com os pais, quando é conhecido o motivo da consulta, o desenvolvimento da criança e o histórico familiar.

As sessões são realizadas individualmente com a criança ou adolescente. Diante das necessidades são realizados testes e atividades específicas para avaliar o desenvolvimento cognitivo, psicomotor e emocional da criança. As atividades são voltadas para área da escrita, leitura, raciocínio matemático, motricidade, desenho e o lúdico (jogos com regras), assim como a análise do material escolar.

Diante da avaliação, o acompanhamento poderá ser de uma ou duas vezes por semana.

A avaliação Psicopedagógica tem um papel importante no diagnóstico de uma criança ou adolescente com TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com ou sem Hiperatividade). Elas apresentam dificuldades para manter a sua atenção de forma continuada enquanto realizam uma atividade, mesmo quando há interesse, se dispersam facilmente e desviam sua atenção para um outro estímulo. Quando há hiperatividade, o indivíduo parece incansável, mexe-se constantemente, mais do que necessário quando executa uma atividade; mesmo sentado, parece impaciente, manuseia objetos, balança pernas... Nota-se também, uma certa ansiedade para falar, costuma interromper conversas, brincadeiras e fala sem parar.

Os problemas de atenção, concentração, organização, hiperatividade, e impulsividade afetam o rendimento escolar e, conseqüentemente, a auto-estima da criança. Um diagnóstico realizado o quanto antes, pode evitar sintomas que são associados a este transtorno. O acompanhamento visa criar condições para que o paciente retenha a sua atenção e concentração durante suas atividades, assim como estímulo para organizar-se. No lúdico, observa-se limites, interação com o meio, raciocínio matemático entre outros.

Quando os pais chegam até a clínica Psicopedagógica, geralmente trazem no histórico da criança vários professores particulares, mudanças de escola, dificuldades de relacionamento e inclusive, um desgaste familiar.

Relatos comuns trazidos por pais e educadores de crianças e adolescentes com Déficit de Atenção e Hiperatividade;

 "Parece que está sempre no mundo da lua"

 "Não se importa com os seus resultados"

 "Não tenta mudar"

 "Não sei mais o que fazer"

 "Larga tudo, é muito desorganizado e não cumpre com suas obrigações"

 "Sei que ele é inteligente e consegue fazer as coisas, mas não faz"

Nas queixas as crianças são vistas como agitadas, desorganizadas, perdem objetos, materiais escolares, esquecem compromissos, têm dificuldades para concluir atividades que iniciam e em algumas situações, mostram-se inconvenientes diante do grupo em que se encontram. Mas ao mesmo tempo, são crianças "antenadas", inteligentes e muito afetuosas.

O trabalho Psicopedagógico também é realizado junto aos pais e à escola.

O suporte dirigido à família é recomendado, pois pode haver um desgaste entre os membros. O problema deve ser visto como familiar e não apenas de um indivíduo. A Psicopedagoga orientará o comportamento e atitudes da família que colaborarão com o tratamento da criança ou do adolescente com TDAH. É importante que haja equilíbrio na postura dos pais diante dos limites, regras e reconhecimento dos aspectos positivos que a criança apresenta. O auxílio nas atividades, na organização dos afazeres e pertences também contribuem para que a criança sinta segurança e confiança perante a família.

Quanto à escola, a Psicopedagoga atua junto aos coordenadores e professores com o objetivo de levantar dados na rotina escolar do aluno, como seu rendimento nas disciplinas, organização, interesse, comportamento em sala de aula e em outras atividades em que participa e também, o seu relacionamento com colegas e professores.

Outros aspectos devem ser considerados como a metodologia proposta pela escola e a sua disponibilidade em auxiliar o aluno com o TDAH no processo da aprendizagem, já que a Psicopedagoga poderá orientar o professor na sua atuação em sala de aula.

sábado, março 04, 2017

Avaliação Institucional - Prova N2

Prova

1. [QuestãoID 23489] ATUALMENTE, A PROPOSTA AVALIATIVA QUE SUBSTITUI O ENC (EXAME NACIONAL DE CURSOS) É:

PAIUB - Programa de Avaliação Institucional das Universidades Brasileiras.
PARU - Programa de Avaliação da Reforma Universitária.
ENADE - Exame Nacional de Desempenho do Estudante.X
ANDES - Associação Nacional de Docentes do Ensino Superior.
2. [QuestãoID 23528] PARA QUE OS PROCESSOS DE INOVAÇÃO E MELHORIAS NO CAMPO EDUCACIONAL POSSAM SER BEM SUCEDIDOS, É IMPRESCINDÍVEL A PARTICIPAÇÃO DO:

coordenador de cursos.
corpo docente da instituição.X
supervisor educacional.
responsável pela manutenção.
3. [QuestãoID 23510] QUAIS OS PRINCIPAIS INDICADORES QUE COMPÕEM A BASE DE INFORMAÇÕES DA AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR?

ENEM, Censo e Cadastro da Educação Básica, Relatórios de Autoavaliação Institucional e Avaliação de Aprendizagem.
SARESP, Pesquisas Censitárias do IBGE, Relatórios de Autoavaliação Interna e Avaliação Externa.
ENADE, Censo e Cadastro da Educação Superior, Relatórios de Autoavaliação Interna e Avaliação Externa. XENADE, SARESP, IBGE, e Relatórios de Autoavaliação Institucional e Avaliação Externa da CONAES.
4. [QuestãoID 23505] OS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL ALÉM DE SUBSIDIAREM AS AÇÕES INTERNAS E A (RE)FORMULAÇÃO DO PROJETO DE DESENVOLVIMENTO DE CADA INSTITUIÇÃO,também são responsáveis por:
induzir e subsidiar os processos de planejamento estratégico com vistas ao mercado.
reorientar as ações de investimentos de capital estrangeiro.
subsidiar a implantação de políticas educacionais e de ações de regulação. X
promover processos desarticulados dos interesses sociais e das políticas públicas. 

segunda-feira, fevereiro 13, 2017

Plano de aula: Semana de adaptação (1ª Semana)




A seguir será sugerido um Plano de Aula, para a semana de Adaptação do Ensino Infantil, este plano destina-se para: maternal, Jardim I, 1° e 2° ano do ensino fundamental, abaixo você encontra os objetivos, conteúdo, material necessário e muito mais:

Objetivos:

Recepcionar as crianças nos primeiros dias e envolve los num clima amigável de segurança e diversão, para deixa-los mais tranquilos e seguros, vendo que deixará seus filhos em boas mãos.
Preferencialmente incluir as crianças na construção do espaço para melhorar a adaptação.

Conteúdo programático:
É fundamental a inclusão das famílias no processo de adaptação.
Respeitar e valorizar cada aluno individualmente no que ele sabe.
Preparar alguma lembrancinha, para que os alunos sinta-se acolhidos e queridos.

Idades para adaptação escolar
2 e 3 anos (a sequência pode ser adaptada para acolher crianças de até 5 anos)

Tempo estimado na adaptação:  
 01 à 02  semanas.

Materiais para a fase da adaptação:

Brinquedos
Duas foto de cada criança
Cartazes, contos infantis, livros.

Plano de desenvolvimento

1 semana antes do inicio das aulas

Desde casa:
A adaptação escolar começa em casa, peça aos pais para conversar com seus filhos sobre a mudança, e informar por que estão indo para a escola, e que irão busca-lo no final da aula, não esqueça de falar para serem bem transparentes e explicarem tudo aos seus filhos sobre os novos coleguinhas que irão fazer, qual o papel dos professores.
Peça também para os pais preencherem uma ficha informando se a criança tem alguma alergia, o que ela gosta de fazer o que a irrita completamente, reformule da melhor maneira possível para que melhor possa lhe atender as necessidades do dia a dia com os alunos (Acreditamos que a direção da escola já deve ter preparado isso no momento da matricula, porem caso algo tenha ficado de fora é neste momento que podemos revisar junto aos responsáveis e direção, estas informações que poderão ser uteis no futuro)..

Leia as fichas de cada alunos e vamos ao primeiro dia de aula:


1º dia na escola
Prepare a sala de aula com bonecas (os), carrinhos, alguns locais próprios para desenhos, giz de cera, uma área com massinha e outra com folha para desenhar. 

"Se for possível ir fazendo uma adaptação da criança junto a escola com pequenas horas é interessante, pois desta forma a criança vai criando vínculos e se acostumando ao novo ambiente e aos pouco aumentando o tempo de permanência na escola."

Tente formular um dialogo com as crianças individualmente, por exemplo pergunte a um aluno "X", sua mãe me disse que você gosta de desenhar, VEJA aqui tem folha e giz de cera você pode desenhar quando quiser... e por aí vai esteja atento ao olhar da criança, se ela está "namorando um boneca" aproxime-se e leve a criança a brincar com a mesma.

Depois de passar o choque do primeiro contato se divertirem bastante, diga para as crianças que agora elas irão fazer um passeio pela escola para conhecer o ambiente e leve-os para o banheiro mostrando que quando sentirem vontade de fazer as necessidades esse é o local, dependendo do tamanho e idade sempre acompanhe! Mostre o refeitório e explique que é ali o local que será servido o almoço ou o lanche.

No final reúna as crianças e diga o que lhe espera no dia seguinte motivando-os a querer sempre ir para escola pois lá é um lugar onde se pode ter amiguinhos, poderá desenhar, brincar de boneca ou carrinho...

Peça as fotos para os pais e faça um lindo mural a altura dos alunos para que possam sempre ver sua família pelas fotos, observe as que se adaptaram melhor e as que não se adaptaram para que possa perguntar aos pais algo que possa ajudar na adaptação.


2º dia (O dia da organização)

Organize a sala diversificando um lado para massinha, outro para desenho, jogos e assim que os alunos entrarem compartilhe o que poderá fazer naquele dia, depois vá para os diferentes locais e compartilhe fazendo elogios sobre os trabalhos dos alunos, por exemplo: Renata que lindo seu desenho.
Depois de se divertirem bastante apresentem as crianças o cantinho que foi escolhido para colocar as fotos da família, nesse momento cante musicas, cantigas e faça a interação colocando as fotos das crianças.
Por exemplo: essa menina que vou mostrar agora brinco muito de boneca, comeu biscoito e estão do lado da Camila. Quem será?
Logo em seguida faça leituras de histórias contos e fabulas onde será o cantinho das leituras.
No final com a caixa de papelão toda enfeitada mostre onde ficará o local de onde os alunos devem guardar os brinquedos.
Na hora de avaliar, observe o movimento das crianças em quais quantos ficam mais seus comportamentos e anote como foram as relações dos mais resistentes a turma.


3º dia o dia da brincadeira

O dia do desenho no mural, de papel para as crianças poderem desenhar e proponha um tema que as interessa, lembrando das observações feitas proponha o melhor tema possível e caso não venha nenhum na sua cabeça você pode dizer para eles desenharem seus brinquedos favoritos e no final cole os desenhos no mural dos desenhos, renove os desenhos pelo menos uma vez por mês.

Permita que brinquem com os brinquedos que mais lhe agradam e no final do dia faça uma leitura com contos e fabulas e ponha musica de fundo pois ajuda a tornar a história mais real.

Já os alunos que demonstram uma certa resistência tente dar mais atenção para eles pedindo para pegar um material e mostre como se brinca com aquele brinquedo que você observou que ele não para de olhar mais sente-se tímido para ir ate la brincar.

Não esqueçam de ficar de olho nas crianças que acham que tudo é uma festa pois são essas que arrumam problemas ou acabam se machucando por estar sempre em festa.

Dai por diante desejamos um bom inicio de turma e que tudo ocorra bem.

Recadinho:


PLANOS DE AULAS PARA 1ª SEMANA .EDUCAÇAO INFANTIL

PLANOS DE AULAS PARA 1ª SEMANA .EDUCAÇAO INFANTIL

(retirado da internet) 

SEGUNDO DIA DE AULA
TEMA: CAPRICHO COM O MATERIAL
  • BOAS VINDAS
  • ENTREGA DO MATERIAL ESCOLAR (palestra sobre os cuidados com o material escolar)
  • VIDEO: (Cuidados com o meio ambiente)
Socialização do vídeo
  • LEITURA COMPARTILHADA:  O Caderno ( Ricardo Azevedo)
  • A IMPORTÂNCIA DO CADERNO: Canção CADERNO com Pe Fábio de Melo;
  • MONTAR CARTAZ: Com Frases...
CANTINHO DA LEITURA
(Preparar um lugar especial da sala com tapete, mensagens de boas vindas, muitos livros e clássicos infantis);
PROMOVER BRINCADEIRAS/FESTIVAL DE BALINHAS
TEXTOS:
O CADERNO
CABE TUDO NUM CADERNO:
CABE O DESENHO DO MUNDO,
CABE O CÉU CHEIO DE ESTRELAS,
CABEM AS CIDADES E AS RUAS,
CABEM AS FLORES DO JARDIM,
CABE DESENHO DE BICHO,
CABE, SIM, LETRA DE MÚSICA,
CABE MINHA ASSINATURA,
CABE VINTE TELEFONES,
CABE RECADO PARA AMIGO,
CABE FOTO DE CANTOR,
CABE SELO E FIGURINHA,
CABE O EMBLEMA DO TIME,
DESENHO DE CORAÇÃO
E ATÉ SOBRA UM CANTINHO
PRA FAZER MINHA LIÇÃO.

Titulo do livro: Meu material escolar
Autor: Ricardo Azevedo
Editora: quinteto editorial.

O Caderno 
Pe Fábio de Melo
Composição: Toquinho / Mutinho
Sou eu que vou seguir você
Do primeiro rabisco Até o be-a-bá.
Em todos os desenhos Coloridos vou estar
A casa, a montanha.
Duas nuvens no céu
E um sol a sorrir no papel...
Sou eu que vou ser seu colega
Seus problemas ajudar a resolver
Te acompanhar nas provas Bimestrais,
você vai ver
Serei, de você, confidente fiel
Se seu pranto molhar meu papel...
Sou eu que vou ser seu amigo
Vou lhe dar abrigo Se você quiser
Quando surgirem Seus primeiros raios de mulher
A vida se abrirá Num feroz carrossel
E você vai rasgar meu papel...
O que está escrito em mim Comigo ficará guardado
Se lhe dá prazer
A vida segue sempre em frente
O que se há de fazer...
Só peço, à você
Um favor, se puder
Não me esqueça Num canto qualquer...(2x)
PLANO DIÁRIO
TERCEIRO DIA DE AULA
TEMA: O NOME PRÓPRIO (IDENTIDADE)
  • BOAS VINDAS
  • DINÂMICA DE GRUPO: O GAROTINHO CHAMADO AMOR
  • PROMOVER CONVERSAÇÃO
  • A IMPORTÂNCIA DO NOME PRÓPRIO
LEITURA COMPARTILHADA: Poesia: ( Pedir para as crianças representarem através de desenhos o que eles compreenderam da poesia, promover conversação)
  • CONFECÇÃO DE CRACHÁS;
  • PAINEL: AJUDANTE DO DIA;( um envelope contendo todos os nomes dos alunos para realizar sorteio a cada dia; O aluno sorteado será nomeado o ajudante do dia, que auxiliará o professor em algumas necessidades.)
  • ANIVERSARIANTES DO MÊS;(a cada mês separar os aniversariantes,e expor seus nomes no painel de aniversários.)
  • QUADRO DAS ESTRELAS ( o objetivo do quadro das estrelas é incentivar as crianças a participarem ativamente das aulas, realizando uma avaliação não diária mas constante de cada aluno,premiando-os a cada bimestre a quem ganhar mais estrelas,observando o comportamento, assiduidade e compromisso com as atividades escolares.O quadro das estrelas é  construído com o nome da turminha deixando um espaço para anexar as estrelinhas a cada conquista.)
PROMOVER FESTIVAL DE CHOCOLATES
TEXTOS
DESENVOLVIMENTO:
PAZ: APERTO DE MÃO;
AMOR: UM ABRAÇO;
GARRA: TROCA DE LUGAR;
SORRISO: GARGALHADA;
BEM VINDOS: BATE-PALMAS.
“O GAROTINHO CHAMADO AMOR”
         Era uma vez, um garotinho chamado Amor.
         Amor sonhava sempre com a Paz. Um certo, dia sonhou quem a vida dó teria sentido quando ele descobrisse a Paz e foi justamente nesse dia que Amor saiu a procura da Paz.
         Chegando a Escola , onde estudava , encontrou seus amigos que tinham um Sorriso nos lábios e foi nesse momento que a Paz começou a perceber que o Sorriso dos amigos transmitia muita Paz  pois, sentiu ainda que Paz existe no interior de cada um de nós basta sorrir.
         E nesse momento com seu pensamento voando a turma gritou bem forte: Amor, Amor, Amor você encontrou a Paz que procurava.
         Amor respondeu com muita Garra: sim encontrei a Paz, o Sorriso e a Garra para junto de nós um Sorriso bonito e sejam bem-vindos.
Poesia: EU
Eu sinto, eu vejo, eu ouço! Vejo o céu, o sol, as plantas, o mar. Vejo  o papai, a mamãe, meus irmãos, meu lar. Vejo tudo com meus olhos. Só preciso olhar.
Ouço o vento, crianças a brincar. Ouço o canto dos pássaros, o ir-e-vir. Ouço todos os ruídos. Como é bom ouvir!
Sinto o perfume das flores no jardim, Todos os odores só redor de mim. Basta cheirar, aspirar, assim! Sinto o gosto do salgado, da mistura, Dos doces, das frutas, que doçura! Provar, comer, que gostosura!
Minhas mãos sentem o que tocam. Minhas pernas me levam onde eu quero.Tenho boa cabeça pra pensar. E um coração pronto para amar.
Sou um ser,sou feliz!
Obrigado, meu Deus, por mim fazer assim!
Eu sou:__________________________________________
PLANO DIÁRIO
QUARTO DIA DE AULA
TEMA: REGRAS DE CONVIVÊNCIA
·         BOAS VINDAS
·         DINAMICA
·         LEITURA COMPARTILHADA: BOAS MANEIRAS (socialização: o poema será aproveitado de modo que leve a turma a refletir sobre algumas questões de boas maneiras, como: cumprimentar, despedir, agradecer, pedir licença, dizer, por favor, desculpar-se, ser gentil, elogiar quando necessário.).
·         JOGO: CERTO OU ERRADO
·         PAINEL: REGRAS DE CONVIVÊNCIA (gravuras e frases)
·         MÚSICA: ALGUMAS PALAVRINHAS SÃO MÁGICAS
(Eliana)
·         INCENTIVAR O USO DAS PALAVRINHAS MÁGICAS.
·         CANTICO DANÇA E CONVERSAÇÃO.
·         ATIVIDADES: BONS HÁBITOS
ENTREGA DE PIPOCAS
TEXTOS:
BOAS MANEIRAS
Nossos pais sempre ensinaram,
Que devemos nos comportar,
E ser crianças educadas,
Para elogios ganhar.
Bom dia! Boa tarde!
Devemos sempre falar
Aos professores e colegas
E a todos em qualquer lugar!
Obrigado! Por favor!
Vamos sempre dizer.
Para que todas as pessoas
Venha a nos favorecer.
Graça Batituci
MUSICA: ALGUMAS PALAVRINHAS SÃO MÁGICAS
Algumas palavrinhas são mágicas
E ajudam a gente a viver melhor
Por favor, muito obrigado
Com licença, tudo bem?
Pode passar
Eu te amo, brinca comigo?
Como vai meu amigo?
Aquele abraço!
Bom dia, boa tarde, boa noite
a bença mãe,a bença pai
Bom dia, boa tarde, boa noite
Viver assim é bom demais

Essas palavrinhas mágicas
Palavras mágicas são assim
Têm um poder maior
Que abracadabra e sinsalabim
Assim, assim

Se alguém fizer o nosso bem
Muito obrigado, muito obrigado
Se alguém quiser pedir pra alguém
Diz por favor, diz por favor, diz por favor
Então é bom acreditar
A vida é bem melhor se a gente tem
O quê?
JOGO DO CERTO OU ERRADO?
Avaliar juntamente com os alunos algumas atitudes dentro da Escola:
  1. Cumprimentar os colegas e o professor;
  2. Chegar atrasado as aulas;
  3. Chegar às aulas na hora certa;
  4. Empurrar os coleguinhas;
  5. Pedir licença para passar, quando o colega estiver à sua frente;
  6. Conversar com o coleguinha durante as aulas;
  7. Fazer a tarefa de casa com capricho;
  8. Brigar com os colegas;
  9. Cuspir no chão;
  10. Guardar os objetos escolares com capricho;
  11. Rabiscar as paredes e carteiras;
  12. Jogar lixo ou resto de merenda no chão.

PLANO DIÁRIO
QUINTO DIA
TEMA:  BONS HÁBITOS NA ESCOLA
  • BOAS VINDAS
  • EXIBIÇÃO DO DVD “MUSICA”: PALAVRINHAS MÁGICAS (XUXA)
  • CONVERSAÇÃO...
  • ATIVIDADES PARA COMPLETAR (cruzadinha: silêncio, licença, por favor, desculpas, agradecer, lavar as mãos, rabiscar, lixeira...)
  • FALAR SOBRE ALGUMAS CONVENÇÕES SOCIAIS JÁ APRESENTADAS A TURMINHA.
  • BATE PAPO COM OS ALUNOS SOBRE COMO ELES PODEM PARTICIPAR DAS AULAS ATIVAMENTE. DEIXAR QUE FALEM O QUE PENSAM.
TEXTO:
PALAVRINHAS MÁGICAS (XUXA)
 Quando a gente
Gosta de alguém
E tem um amigo
Que a gente quer bem
Sempre é bom abraçar
Sempre é bom
Dividir e brincar

Quando a gente
Quer agradecer
Ou se desculpar
Por algo errado
Que fez
Sempre é bom falar
As palavras mágicas

Desculpa, por favor
Com licença e obrigado
Quatro palavras
Palavrinhas mágicas
Desculpa, por favor
Com licença e obrigado
Nunca esqueça
Palavrinhas mágicas

Quando a gente
Pede pra alguém
Algo emprestado
Que a gente não tem
Sempre é bom falar
As palavras mágicas

Desculpa, por favor
Com licença e obrigado
Quatro palavras
Palavrinhas mágicas
Desculpa, por favor
Com licença e obrigado
Nunca esqueça
Palavrinhas mágicas

Por favor
Escute então
A minha mensagem
Pro seu coração
Com licença
Eu quero dizer
Obrigada por tudo
Eu amo você

Desculpa, por favor
Com licença e obrigado
Quatro palavras
Palavrinhas mágicas
Desculpa, por favor
Com licença e obrigado
Nunca esqueça
Palavrinhas mágicas

Postagem em destaque

Entre em contato e peça um orçamento!.