sexta-feira, maio 11, 2012

Avaliação da Aprendizagem e a Organização do Currículo em Ciclos de Formação

Colaboração do colega: Marcos Pizzelli


Olá pessoal, fiz um resumo da minha aula, se alguém se interessar:
Avaliação da Aprendizagem e a Organização do Currículo em Ciclos de Formação
AULA 3 - MÓDULO - AVALIAÇÃO E CURRÍCULO

PROGRESSÃO CONTINUADA – PROMOÇÃO AUTOMÁTICA – CICLOS – SÉRIE
 
PROGRESSÃO CONTINUADA
- aluno é aprovado automaticamente mesmo sem ter aprendido nada.
- alunos com dificuldade de aprendizagem demandam atenção especial e um olhar apurado, o que deveria ser acompanhado por um professor mais experiente. O ideal nesse caso seria em pequenos grupos.
- traz em si o pressuposto da avaliação contínua, registrada e documentada. Em cada aluno o envolvimento diagnóstico, intervenção, avaliação e tomada de decisão para sua continuidade escolar. Exige trabalho escolar com o objetivo de desenvolvimento do aluno e para tomada de decisões quando isso parcialmente acontece ou não.
- busca respeitar as diferenças, e não puni-la ou estigmatizá-la.
- tenta superar a exclusão.
- oferece melhores condições culturais, como acesso a literatura, artigos científicos, artísticos e tecnológicos.
PROMOÇÃO AUTOMÁTICA
- política que extingue a repetência, visando à melhoria de índices estatísticos educacionais – melhoria de fluxo escolar, baixa reprovação, a redução de gastos financeiros e aumento de diplomação. Fatores que motivam investimentos financeiros internacionais no País.
- impulsiona para a transformação das práticas avaliativas, assim como cria a necessidade de se rever parâmetros e critérios de promoção.
- pode fazer da avaliação um espaço de reflexão crítica e participativa sobre o desenvolvimento dos alunos, assumindo um caráter dinamizador de mudança.
Promoção Automática e Progressão Continuada já foram tratadas como sinônimos, já que ambos têm como elemento central a eliminação da repetência e combate a exclusão escolar.
SISTEMA DE SÉRIE
- aluno faz cada série com seu conteúdo próprio. Tem um ano para assimilar o conteúdo, não o fazendo será retido na série, será reprovado.
- as provas são quantitativas (notas), com caráter classificatório.
- ano base é pré-requisito para o seguinte, precisa atingir um mínimo para ser aprovado ou não. Na reprovação o aluno terá que repetir todo o conteúdo da série, independente se sua dificuldade apresentada seja em uma única matéria, o que isso dá ao aluno um sentido de impotência e desmotivação diante da escola e seus procedimentos.
- tende a mostrar o fracasso do aluno, pois ele não aprende, não se esforça ou não se interessa.
DIFERENÇA ENTRE CICLO E SÉRIE – é a concepção do conhecimento, ensino, aprendizado, currículo. Na série existe a reprovação.
SISTEMA DE CICLOS
- mesmo conteúdo do sistema seriado, só que organizado em ciclos de estudo, onde cada aluno tem um tempo maior para se apoderar das aptidões específicas do mesmo.
- tem um período para evoluir nos conteúdos específicos, sem que seja preciso repetir o conteúdo de uma série. Em todos os ciclos o aluno poderá ser retido em qualquer etapa ou no final de cada ciclo por questões pedagógicas, o que não é aconselhável. - o tempo é maior para atingir as competências propostas.
- não é utilizada a avaliação quantitativa (notas), salvo ao final de cada ciclo, assim haveria menos repetência e evasão. A avaliação seria diagnóstica para nortear a didática que o professor deve empregar para suprir as necessidades do aluno e tem caráter progressivo. O aluno tem acompanhamento individual, sendo exigido o mínimo necessário. Exige acompanhamento, controle, intervenção e avaliação, muito mais acurada que no seriado.
- respeita as diferenças de aprendizagem dos alunos tornando-se indispensável informação e avaliações diárias precisas para o seu desenvolvimento, e o acompanhamento deve ser metódico e eficaz. Os resultados da aprendizagem do aluno são transferidos para a ação ou omissão da escola. Avaliar em ciclos é diferente do sistema seriado. Requer um sistema de avaliação que mostre a aprendizagem do aluno e informe suas condições de desenvolvimento e progressão. Seu caráter é processual e contínuo. A observação é constante para determinar as intervenções necessárias e que se enquadrem as condições de ensino. À medida que são revelados os sucessos ou fracassos dos alunos fica evidente a competência dos professores na condução do ensino.
- a avaliação da aprendizagem se articula com as condições de trabalho da escola e dos professores, com as atividades desenvolvidas nas aulas, com as intervenções propostas, com a qualidade das observações sobre os desempenhos e o desenvolvimento global dos alunos.
- os professores devem ter seus objetivos bem delineados, o que realmente quer é que seus alunos aprendam. Essa expectativa de aprendizagem, é que vai determinar os procedimentos a serem selecionados para o ensino, para as intervenções e seleção das formas e critérios de avaliação. Atingir os objetivos propostos é acompanhar o desempenho dos alunos, isto é, que aprendam e demonstrem o que aprenderam.
- supõe um currículo aberto que varia de escola para escola e de professor para professor, com avaliações mais espaçadas e frouxas.
- o ensino/aprendizagem tem a intenção de assegurar a totalidade dos alunos com sua permanência na escola, com um ensino de qualidade.
Elabore um texto em que você deverá defender a ideia de ciclos. Fundamente seus argumentos nos conceitos estudados na aula, relacionando-os ao texto de Ruth Rocha.
O aluno tem acompanhamento individual, intervenção e avaliação, muito mais acurada que no sistema seriado. A avaliação seria diagnóstica para nortear a didática que o professor deve empregar para suprir as necessidades do aluno e tem caráter progressivo. Não é utilizada a avaliação quantitativa (notas). Respeita as diferenças de aprendizagem dos alunos. Os resultados da aprendizagem do aluno são transferidos para a ação ou omissão da escola. Avaliar em ciclos é diferente do sistema seriado. Requer um sistema de avaliação que mostre a aprendizagem do aluno e informe suas condições de desenvolvimento e progressão. À medida que são revelados os sucessos ou fracassos dos alunos fica evidente a competência dos professores na condução do ensino. Os professores devem ter seus objetivos bem delineados. Essa expectativa de aprendizagem, é que vai determinar os procedimentos a serem selecionados para o ensino, para as intervenções e seleção das formas e critérios de avaliação. Supõe um currículo aberto que varia de escola para escola. O ensino/aprendizagem tem a intenção de assegurar a totalidade dos alunos com sua permanência na escola, com um ensino de qualidade.
 
Progressão Continuada e Promoção Automática são as mesmas coisas? O que as diferencia?
PROGRESSÃO CONTINUADA
- aluno é aprovado automaticamente mesmo sem ter aprendido nada.
- alunos com dificuldade de aprendizagem demandam atenção especial e um olhar apurado, o que deveria ser acompanhado por um professor mais experiente. O ideal nesse caso seria em pequenos grupos.
- traz em si o pressuposto da avaliação contínua, registrada e documentada. Em cada aluno o envolvimento diagnóstico, intervenção, avaliação e tomada de decisão para sua continuidade escolar. Exige trabalho escolar com o objetivo de desenvolvimento do aluno e para tomada de decisões quando isso parcialmente acontece ou não.
- busca respeitar as diferenças, e não puni-la ou estigmatizá-la.
- tenta superar a exclusão.
- oferece melhores condições culturais, como acesso a literatura, artigos científicos, artísticos e tecnológicos.
 
No regime de progressão continuada, a reprovação não deve acontecer. Não porque deva haver um relaxamento ou facilitação no processo de avaliação. Ao contrário, a avaliação como parte da proposta pedagógica da escola estará acontecendo em todos os momentos do trabalho pedagógico, como uma das formas de reconhecimento dos diferentes ritmos e necessidades dos alunos, bem como dos objetivos de cada ciclo, para garantir uma verdadeira progressão continuada. Ela não elimina a avaliação, ao contrário, ela inscreve-se numa proposta pedagógica que tem como um de seus princípios os respeito pelo desenvolvimento do ser humano, que não corresponde ao tempo cronológico e administrativo usualmente adotado pelas escolas. A progressão continuada propõe que se faça o acompanhamento passo a passo do aluno, avaliação e organização de situações didáticas que assegurem o seu desenvolvimento.
PROMOÇÃO AUTOMÁTICA
- política que extingue a repetência, visando à melhoria de índices estatísticos educacionais – melhoria de fluxo escolar, baixa reprovação, a redução de gastos financeiros e aumento de diplomação. Fatores que motivam investimentos financeiros internacionais no País.
- impulsiona para a transformação das práticas avaliativas, assim como cria a necessidade de se rever parâmetros e critérios de promoção.
- pode fazer da avaliação um espaço de reflexão crítica e participativa sobre o desenvolvimento dos alunos, assumindo um caráter dinamizador de mudança.
Promoção Automática (combate a exclusão escolar) e Progressão Continuada já foram tratadas como sinônimos, já que ambos têm como elemento central a eliminação da repetência.
Progressão Continuada pressupõe desenvolvimento em ritmos e tempos diferentes, avaliados continuamente e com propostas de diagnósticos para o estabelecimento das intervenções adequadas, o que não significa promover todos os alunos sem um acompanhamento sério e rigoroso.
Quer dizer que o papel do professor é importantíssimo nessa fase, onde a Pedagogia invisível se faz presente em todos os momentos.
 
 
A organização em ciclos pode revelar mais as incompetências da escola do que a organização tradicional seriada?
SISTEMA DE CICLOS
- respeita as diferenças de aprendizagem dos alunos tornando-se indispensável informações e avaliações diárias precisas para o seu desenvolvimento, e o acompanhamento deve ser metódico e eficaz. Os resultados da aprendizagem do aluno são transferidos para a ação ou omissão da escola. Avaliar em ciclos é diferente do sistema seriado. Requer um sistema de avaliação que mostre a aprendizagem do aluno e informe suas condições de desenvolvimento e progressão. Seu caráter é processual e contínuo. A observação é constante para determinar as intervenções necessárias e que se enquadrem as condições de ensino. À medida que são revelados os sucessos ou fracassos dos alunos fica evidente a competência dos professores na condução do ensino.
 
Os ciclos podem amenizar essa exclusão e seletividade e manter a qualidade do ensino?
- não é utilizada a avaliação quantitativa (notas), salvo ao final de cada ciclo, assim haveria menos repetência e evasão. A avaliação seria diagnóstica para nortear a didática que o professor deve empregar para suprir as necessidades do aluno e tem caráter progressivo. O aluno tem acompanhamento individual, sendo exigido o mínimo necessário. Exige acompanhamento, controle, intervenção e avaliação, muito mais acurada que no seriado.
 
Em que os ciclos podem contribuir para a modificação de modelos seletivos de avaliação?
- a avaliação da aprendizagem se articula com as condições de trabalho da escola e dos professores, com as atividades desenvolvidas nas aulas, com as intervenções propostas, com a qualidade das observações sobre os desempenhos e o desenvolvimento global dos alunos.
- os professores devem ter seus objetivos bem delineados, o que realmente quer é que seus alunos aprendam. Essa expectativa de aprendizagem, é que vai determinar os procedimentos a serem selecionados para o ensino, para as intervenções e seleção das formas e critérios de avaliação. Atingir os objetivos propostos é acompanhar o desempenho dos alunos, isto é, que aprendam e demonstrem o que aprenderam.
- o ensino/aprendizagem tem a intenção de assegurar a totalidade dos alunos com sua permanência na escola, com um ensino de qualidade.
Os ciclos são uma tentativa de regularizar o fluxo dos alunos ao longo dos anos na escola, superando o fracasso escolar das altas taxas de aprovação. A ideia é fazer com que os estudantes tenham acesso ao ensino sem interrupções ou repetências que criem desânimo ou prejudiquem o aprendizado.
 
A)      Progressão continuada e promoção automática são as mesmas coisas? O que as diferencia?
Progressão continuada procura acompanhar o desenvolvimento de cada aluno em sua escolarização o aluno sempre aprende no decorrer de sua vida fato que não é considerado no sistema de seriação. A promoção automática não envolve a questão da avaliação contínua e a recuperação paralela aplicadas na progressão continuada simplesmente promove o aluno para o ano seguinte.
Existe uma afirmação que eu considero maldosa nesse sentido em que “a progressão contínua é aprovação automática” o que diferencia uma coisa de outra é a sua implementação na escola, se houver um acompanhamento por pela equipe escolar do desempenho de cada aluno em suas atividades diárias e diagnósticos e ações que visam o pleno desenvolvimento do discente.
B)      A organização em ciclos pode revelar mais as incompetências da escola do que a organização tradicional seriada?
A organização seriada joga o problema “por debaixo do tapete” exclui o aluno que não acompanha para fora da escola por meio de repetências contínuas. A organização em ciclos inclui o aluno e ao resultado no final do ciclo temos o resultado do progresso de cada aluno que fica evidente e após aos resultados vem as indagações o que foi feito durante o ciclo em relação ao aprendizado do aluno, logo para responder estas perguntas o registro é fundamental, tendo um histórico do que sabia este aluno e o quanto ele aprendeu durante a sua escolarização.
C)      Os ciclos podem amenizar essa exclusão e seletividade e manter a qualidade da aprendizagem?
Os ciclos são integradores e para funcionar adequadamente é necessário a colaboração dos envolvidos no processo, ao aluno a responsabilidade em aprender e ensinar e ao professor sensibilidade sobre a sua prática em sala de aula e estimular os estudos e trabalhos coletivos e individuais.
D)      Em que os ciclos podem contribuir para a modificação de modelos seletivos de avaliação?
Os ciclos valorizam o trabalho diário em sala de aula os modelos seletivos tradicionais de avaliação apenas se os alunos estão adestrados conforme as orientações do professor, mas isso já está mudando, pois temos processos seletivos que envolve várias avaliações, dentre elas a entrevista, dinâmica de grupo, teste prático, prova objetiva, prova discursiva, entrega de títulos acadêmicos, vagas para portadores de necessidades especiais entre outros. Existe também o contrato de experiência quem tem carteira de trabalho assinada sabe o que eu estou falando e também o período probatório normalmente de três anos para os funcionários públicos.
 

2 comentários:

  1. Eu não acredito muito em curriculo de ciclos - como vc disse, a quantidade de alunos em classe é enorme - todos sao tratados iguais e o mais atrasadinho, que mereceria um trabalho diferente, entra na maioria, mesmo nao sabendo nada - precisaria de classes com máximo de 20 alunos - professores capacitados e experientes que saibam lidar com problemas com alunos da idade. Mas como a nossa EDUCAÇÃO está um caos, o governo nao vai gastar dinheiro "nisso". É uma pena, um pais tão grande com dirigentes tao pequenos...

    ResponderExcluir
  2. Olá obrigada pela visita e por falar na EDUCAÇÃO, também concordo, infelizmente um país onde a COPA DO MUNDO é mais importante que o sistema educacional.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Postagem em destaque

Entre em contato e peça um orçamento!.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...