domingo, outubro 21, 2012

Prova N2

ANTROPOLOGIA CULTURAL

1. POR QUE É ERRÔNEA A EXPLICAÇÃO, NA HISTÓRIA DE TARZAN APRESENTADA NO CINEMA, SOBRE COMO UM HOMEM PODERIA SER CRIADO NO ISOLAMENTO?

Porque Tarzan desenvolveu sua inteligência com os animais da floresta, que o ensinaram como deve agir e iniciaram o seu processo de humanização.

Porque é impossível um ser humano que não tenha sido inserido em um grupo social iniciar o seu processo de humanização.( CORRETA)

Porque Tarzan não compreendia a linguagem dos animais e portanto não poderia viver tantos anos na selva sem correr perigo.

Porque o protagonista da história não deixou quaisquer vestígios que sirvam para comprovar a sua existência.

2. SEGUNDO OS ANTROPÓLOGOS, CULTURA CONSISTE EM:

comportamento – o qual, apesar de ser um conceito múltiplo, resume-se no modo de viver comum de um determinado grupo humano.

abstrações (aquilo que se encontra no campo das idéias, da mente – acontecimentos não observáveis, não concretos, não sensíveis).

idéias (concepções mentais que foram elaborados a partir de coisas abstratas ou concretas – crenças religiosas, míticas, científicas etc.).

idéias (crenças religiosas, míticas, científicas), abstrações (acontecimentos não concretos) e comportamento (modo de viver comum).( CORRETA)

3. SOBRE O MITO DA DEMOCRACIA RACIAL, É CORRETO AFIRMAR QUE:

por causa da relação entre as duas matrizes étnicas mais importantes (negros e indígenas), criou-se um simulacro de que tal fusão teria gerado uma identidade nova, supostamente harmoniosa e esse é o mito da democracia racial.

por causa da relação entre as três matrizes étnicas (indígena, européia e africana) criou-se um simulacro de que tal fusão teria gerado uma identidade nova, supostamente harmoniosa – e esse é o início do mito da democracia racial.( CORRETA)

por causa da relação entre indígenas e portugueses, criou-se um simulacro de que tal fusão teria gerado uma identidade nova, supostamente harmoniosa e dessa maneira teve início o nosso mito da democracia racial.

por causa das teorias criadas pelos cientistas sociais, criou-se um simulacro de que o surgimento dos mamelucos teria gerado uma identidade nova, supostamente harmoniosa – esse é o início do mito da democracia racial.

4. EM RELAÇÃO À LÍNGUA MATERNA DOS MAMELUCOS, É CORRETO AFIRMAR QUE:

o tupi cumpre inicialmente a função de língua de comunicação dos portugueses com os nativos, introduzida pelos jesuítas, objetivando a “civilização” dos mesmos e tornando-se posteriormente a língua materna dos mamelucos.( CORRETA)

o idioma espanhol cumpre inicialmente a função de língua de comunicação dos portugueses com os nativos, introduzida pelos jesuítas, objetivando a “civilização” dos mesmos e tornando-se posteriormente a língua materna dos mamelucos.

os vários dialetos indígenas cumprem inicialmente a função de língua de comunicação dos portugueses com os nativos, introduzida pelos jesuítas, objetivando a “civilização” dos mesmos e tornando-se posteriormente a língua materna dos mamelucos.

o idioma português cumpre inicialmente a função de língua de comunicação dos portugueses com os nativos, introduzida pelos jesuítas, objetivando a “civilização” dos mesmos e tornando-se posteriormente a língua materna dos mameluco

3 comentários:

  1. Olá minha querida amiga, estou mais uma vez com meu recadinho pronto, essa semana fiquei praticamente sem net, estava com uma ruim, troquei piorou, não sei mais o que fazer, interior tem dessas coisas!!
    Passei para desejar muita paz e amor na tua vida, parabéns pelo blog, cada vez com mais novidades, sucesso!! Um autor desconhecido escreveu lindamente sobre o amigo:
    Força da Amizade
    "A força da nossa amizade vence todas as diferenças... Aliás... para que diferenças se somos amigos? Quando erramos... nos perdoamos e esquecemos Se temos defeitos... não nos importamos... Trocamos segredos... e respeitamos as divergências... Nas horas incertas, sempre chegamos no momento certo... Nos amparamos...nos defendemos... sem pedir... fazemos porque nos sentimos felizes em fazer... Nos reverenciamos... adoramos... idolatramos... apreciamos... admiramos. Nos mostramos amigos de verdade, quando dizemos o que temos a dizer... Nos aceitamos , sem querer mudanças... Estamos sempre presente, não só nos momentos de alegria, compartilhando prazeres, mas principalmente nos momentos mais difíceis..."
    O amizade é um sentimento nobre e esse mundo virtual fortalece grandes amizades e isto é muito bom para um mundo onde as pessoas não tem mais tempo para o outro. Abraçoss, fica com Deus.

    ResponderExcluir
  2. ANTROPOLOGIA CULTURAL
    1. QUANDO ESCREVERAM OS MITOS GREGOS, A INTENÇÃO DOS POETAS, FOI A DE, SEM CULPA ALGUMA, RETRATAR:

    *** que até mesmo os seres, aparentemente perfeitos possuem limites e desejos como o homem.
    que os seres perfeitos têm compaixão e perdoam os limites e desejos vividos pelos homens.
    seres perfeitos que eram obedientes e castos, sem os limites e os desejos dos homens.
    seres perfeitos, que não possuíam os limites e desejos que são experimentados pelos homens.

    2. OBSERVE ABAIXO:


    O Valhala, na mitologia nórdica e escandinava, era a habitação dos deuses e dos heróis mortos em combate. Estava situado no paraíso escandinavo. Ali os heróis mortos combatiam todos os dias mas, ao meio-dia, ressuscitavam, cicatrizando também todas as feridas dos combatentes. Ajudados pelas Valquírias, eles se lavavam em hidromel, que brotava dos úberes da cabra Heidrum. A seguir participavam de um lauto banquete presidido por Odin, durante o qual as Valquírias serviam, aos heróis, hidromel e cerveja, dentro de crânios de inimigos mortos por eles. As Valquírias, que significa “que escolhem os mortos”, eram nove louras, virgens guerreiras, auxiliares de Odin, companheiras de combate. Sobrevoavam os campos de batalhas, cavalgando em lindos corcéis, usavam elmo e portavam lança e escudo. Escolhiam e transportavam os heróis mortos para o Valhala [...] (Mitologia Nórdica. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2008.).

    Esse trecho da mitologia nórdica mostra que:


    os povos bárbaros criavam os seus mitos tão-somente como uma maneira de demonstrar a sua intelectualidade e seu avanço literário.
    os povos bárbaros eram menos evoluídos, pois acreditavam em deuses e em um paraíso chamado Valhala.
    os povos bárbaros criavam mitos por medo de lutar: a esperança de um paraíso pós-morte amenizava o temor.
    **** a mitologia retrata a realidade de um certo grupo. Os povos denominados bárbaros eram guerreiros por excelência.

    3. O ser humano utilizou o mito para

    ***saber o fundamento da sua existência, como ocorreu a criação do mundo, o que é a vida e a morte.
    enganar as outras pessoas e conseguir persuadi-las, pois essas explicações "mágicas" faziam com que elas não se rebelassem contra a opressão.
    enganar o seu grupo social ao criar uma explicação "mágica" para concluir um fato real.
    explicar situações que não existiam e que estavam distantes de sua experiência; dessa forma, essas explicações míticas não representam uma realidade social.

    4. Leia o trecho abaixo e responda:


    "É a aprendizagem e estabilidade de uma cultura, ou seja, cada indivíduo recebe as crenças, os modos de vida da sociedade a que pertence, o comportamento, hábitos e valores. A sociedade controla os atos, comportamentos e atitudes de seus membros".
    O trecho faz referência


    ao etnocentrismo.
    ao sincretismo.
    ***à endoculturação.
    à cultura imaterial.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Postagem em destaque

Entre em contato e peça um orçamento!.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...