Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, julho 25, 2013

Prova N2

PSICOGÊNESE DA LINGUAGEM ORAL E ESCRITA

1. CONCEBER A LINGUAGEM COMO PRÁTICA SOCIAL IMPLICA CONSIDERAR QUE:


  •  a linguagem não está subordinada ao pensamento, uma vez que tem função estruturante e organizadora.
  •  o pensamento desenvolve-se primeiro e é pré-requisito para a construção da linguagem.
  •  a linguagem é fruto do pensamento e das condições orgânicas dos sujeitos.
  •  a sua natureza é, exclusivamente, orgânica.

2. PARA QUE A CRIANÇA SE CONSTITUA COMO SUJEITO QUE TEM NECESSIDADES E PODE MANIFESTÁ-LAS ORALMENTE É FUNDAMENTAL QUE DESDE OS PRIMEIROS ANOS DE VIDA,


  •  suas vocalizações, quando não entendidas pelos adultos, sejam ignoradas, provocando novas tentativas por parte da criança.
  •  os adultos não permitam que as crianças utilizem gestos e vocalizações, pois tais manifestações podem retardar o desenvolvimento da fala.
  •  os adultos falem com as crianças pausadamente, usando expressões simples e vocabulário reduzido, enfim, respeitando as etapas de seu desenvolvimento.
  •  suas manifestações sejam interpretadas pelos adultos, uma vez que são consideradas como potencialmente comunicativas e significativas, qualquer que seja seu conteúdo expressivo (choro, gesto, vocalização, balbucio, palavra).

3. NO TRABALHO DE REESTRUTURAÇÃO DO TEXTO POR PARTE DA CRIANÇA, CABE AO EDUCADOR:



  • I. valorizar e interpretar aspectos de forma ou de significação linguística que tenham adquirido saliência para a criança, valorizando as inquietações para as quais ela, com a participação do educador, vai buscar soluções.
    II. assumir o lugar de interlocutor/intérprete de seus textos, formulando questões que possam tornar visíveis à criança os efeitos de suas produções.
    III. agir de forma passiva diante das inquietações da criança para que ela encontre e realize sozinha as mudanças em seu texto.

    De acordo com as afirmativas acima, assinale a alternativa correta.

  •  Apenas a afirmativa I está correta.
  •  Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
  •  Todas as afirmativas estão corretas.
  •  Apenas as afirmativas II e III estão corretas.

4. A PARTIR DO CONCEITO SOCIAL DE LETRAMENTO, ENTENDE-SE QUE:


  •  a forma como os adultos compartilham e mediam práticas de leitura e escrita com a criança é fundamental para a apropriação dessa modalidade de linguagem.
  •  a apropriação da leitura e da escrita se dá a partir da codificação e decodificação das letras, sílabas e palavras.
  •  o acesso da criança ao material escrito é suficiente para a apropriação dessa modalidade de linguagem.
  •  não existe vinculação entre os níveis de letramento de professores e familiares e as condições de apropriação da linguagem escrita por parte da criança.

11 comentários :

  1. PSICOGÊNESE DA LINGUAGEM ORAL E ESCRITA
    1. Com base na visão sociointeracionista, qual o papel do adulto no processo de aquisição da linguagem oral por parte da criança?


    I. Atribuir sentido à fala e à escrita da criança, interpretando suas manifestações.
    II. Oferecer o padrão correto de fala e escrita repetidamente.
    III. Provocar estímulos, bem como reforço positivo e negativo conforme as respostas da criança.
    IV. Inserir a criança numa rede dialógica e significante.

    De acordo com as afirmativas acima, assinale a alternativa correta.

    Apenas as afirmativas II, III e IV estão corretas.
    Apenas as afirmativas I e IV estão corretas.
    Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
    Apenas as afirmativas I, II e IV estão corretas.
    2. Para a superação de dificuldades de leitura são fundamentais atitudes dos adultos que levem em conta


    I. não apenas uma leitura possível, pois cada sujeito impõe o seu conhecimento, os seus valores, a sua experiência ao texto.
    II. o sentido do texto, que não é formulado só por quem escreve, mas depende daquele que realiza a sua leitura.
    III. que a pouca familiaridade com o assunto do texto pode causar dificuldades na sua leitura. O conhecimento prévio sobre o assunto tratado no texto, embora não esteja nele explícito, interfere no seu entendimento.
    Assinale a alternativa correta.

    Todas as afirmativas estão corretas.
    Apenas as afirmativas II e III estão corretas.
    Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
    Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
    3. Com base nos diferentes modelos teóricos, a linguagem pode ser concebida como

    inata ao sujeito.
    instrumento de comunicação.
    código.
    constitutiva dos sujeitos, como código ou como instrumento de comunicação.
    4. Os gêneros discursivos secundários são produzidos, preferencialmente, em

    textos acadêmicos.
    listas.
    bilhetes para familiares.
    piadas

    ResponderExcluir
  2. Prova concluída com sucesso!!!
    Resultado final : 4.0
    PSICOGÊNESE DA LINGUAGEM ORAL E ESCRITA
    1. CONCEBER A LINGUAGEM COMO INSTRUMENTO DE COMUNICAÇÃO IMPLICA EM CONSIDERAR QUE ELA SE PROCESSA A PARTIR DE UM MECANISMO QUE ENVOLVE:

    • emissor e receptor.
    • emissor e código.
    • mensagem, receptor e código.
    • emissor, mensagem, receptor e código.
    2. COM BASE NOS POSTULADOS DE BAKHTIN, O QUE FAZ DAS LINGUAGENS ORAL E ESCRITA UM JOGO DIALÓGICO?

    • O fato de nossas manifestações se dirigirem a um outro sujeito e estarem sempre sujeitas à atribuição de respostas e, portanto, à atribuição de significados.
    • O fato dos sujeitos no diálogo sempre assumirem posições que impliquem em ganhos e perdas.
    • O fato das manifestações dos sujeitos sempre dependerem de um emissor, de um receptor e de uma mensagem.
    • O fato de sempre terem dois sujeitos participando dos diálogos.
    3. PARA QUE A CRIANÇA SE CONSTITUA COMO SUJEITO QUE TEM NECESSIDADES E PODE MANIFESTÁ-LAS ORALMENTE É FUNDAMENTAL QUE DESDE OS PRIMEIROS ANOS DE VIDA,

    • suas vocalizações, quando não entendidas pelos adultos, sejam ignoradas, provocando novas tentativas por parte da criança.
    • suas manifestações sejam interpretadas pelos adultos, uma vez que são consideradas como potencialmente comunicativas e significativas, qualquer que seja seu conteúdo expressivo (choro, gesto, vocalização, balbucio, palavra).
    • os adultos não permitam que as crianças utilizem gestos e vocalizações, pois tais manifestações podem retardar o desenvolvimento da fala.
    • os adultos falem com as crianças pausadamente, usando expressões simples e vocabulário reduzido, enfim, respeitando as etapas de seu desenvolvimento.
    4. LEIA ABAIXO:


    • Partindo da premissa de que a forma de articular sons classificados como pares mínimos são muito semelhantes e de que a criança encontra dificuldades ortográficas quando busca na fala pistas que lhe indique como devem ser escritas palavras que apresentem letras correspondentes a tais sons, assinale a alternativa correta.

    • Pares mínimos são sons articulados praticamente da mesma forma, só havendo uma distinção em relação ao traço de sonoridade. Tais sons correspondem, dentre outras, às seguintes letras: L e T, D e B, R e U.
    • Pares mínimos são sons articulados praticamente da mesma forma, só havendo uma distinção em relação ao traço de sonoridade. Tais sons correspondem, dentre outras, às seguintes letras: P e B, T e D, F e V.
    • Pares mínimos são sons articulados praticamente da mesma forma, não havendo distinção em relação ao traço de sonoridade. Tais sons correspondem, dentre outras, às seguintes letras: M e N, L e U, S e Z.
    • Pares mínimos são sons articulados praticamente da mesma forma, não havendo distinção em relação ao traço de sonoridade. Tais sons correspondem, dentre outras, às seguintes letras: P e B, T e D, F e V.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pares mínimos são sons articulados praticamente da mesma forma, não havendo distinção em relação ao traço de sonoridade. Tais sons correspondem, dentre outras, às seguintes letras: P e B, T e D, F e V.-correta

      Excluir
    2. 3. PARA QUE A CRIANÇA SE CONSTITUA COMO SUJEITO QUE TEM NECESSIDADES (...)

      CORRETA: suas manifestações sejam interpretadas pelos adultos, uma vez que são consideradas como potencialmente comunicativas e significativas, qualquer que seja seu conteúdo expressivo (choro, gesto, vocalização, balbucio, palavra).

      Excluir
  3. Olá! Vocês tem as repostas dos itens acima. Achei a apostila um pouco confusa.... grata

    ResponderExcluir
  4. PSICOGÊNESE DA LINGUAGEM ORAL E ESCRITA
    1. PROPOSTAS E FORMAS DE INTERVENÇÃO DIRECIONADAS À SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES DE PRODUÇÃO TEXTUAL PELAS CRIANÇAS DEVEM GARANTIR:


    I. que o educador não tenha preconceito em relação aos tipos de textos e trabalhe com vários materiais escritos.
    II. práticas de escrita e leitura que tenham função social, para além da avaliação escolar.
    III. a possibilidade de reestruturação do texto.
    IV. que o educador trabalhe apenas textos acadêmicos, didáticos e escolares.

    Assinale a alternativa correta.

    Todas as afirmativas estão corretas.
    Apenas as afirmativas II e III estão corretas.
    Apenas as afirmativas I e III estão corretas. CORRETA
    Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
    2. LEIA ABAIXO:


    Partindo da premissa de que a forma de articular sons classificados como pares mínimos são muito semelhantes e de que a criança encontra dificuldades ortográficas quando busca na fala pistas que lhe indique como devem ser escritas palavras que apresentem letras correspondentes a tais sons, assinale a alternativa correta.

    Pares mínimos são sons articulados praticamente da mesma forma, só havendo uma distinção em relação ao traço de sonoridade. Tais sons correspondem, dentre outras, às seguintes letras: L e T, D e B, R e U.

    Pares mínimos são sons articulados praticamente da mesma forma, não havendo distinção em relação ao traço de sonoridade. Tais sons correspondem, dentre outras, às seguintes letras: P e B, T e D, F e V.

    Pares mínimos são sons articulados praticamente da mesma forma, não havendo distinção em relação ao traço de sonoridade. Tais sons correspondem, dentre outras, às seguintes letras: M e N, L e U, S e Z.

    Pares mínimos são sons articulados praticamente da mesma forma, só havendo uma distinção em relação ao traço de sonoridade. Tais sons correspondem, dentre outras, às seguintes letras: P e B, T e D, F e V.
    CORRETA

    3. A CONSTATAÇÃO DA GAGUEIRA EM CRIANÇAS NÃO DEVE SER INDICATIVO DE QUE ESTAMOS DIANTE DE UM QUADRO PATOLÓGICO. POR QUÊ?


    I. O ato de gaguejar pode representar um recurso necessário para a organização do discurso.
    II. Pode representar falta de atenção e não problema de fala.
    III. Pode ser causado por problema de audição.

    Conforme as afirmações, assinale a alternativa correta.

    Apenas a afirmativa I está correta. CORRETA
    Apenas a afirmativa II está correta.
    Apenas as afirmativas II e III estão corretas.
    Todas as afirmativas estão corretas.

    4. DENTRE AS MANIFESTAÇÕES ORTOGRÁFICAS FORA DO PADRÃO ENCONTRAM-SE AS DENOMINADAS HIPOSSEGMENTAÇÕES E HIPERSEGMENTAÇÕES.


    Sobre esse assunto, assinale a alternativa correta.

    A hipersegmentação refere-se às escritas que não apresentam segmentadas subpartes de palavras; por sua vez a hipossegmentação refere-se à indissociação de elementos como artigos, pronomes, preposições e/ou formas auxiliares de verbos.


    A hipersegmentação refere-se às escritas que apresentam segmentadas subpartes de palavras; por sua vez a hipossegmentação refere-se à dissociação de elementos como artigos, pronomes, preposições e/ou formas auxiliares de verbos.

    A hipersegmentação refere-se às escritas que não apresentam segmentadas subpartes de palavras; por sua vez a hipossegmentação refere-se à dissociação de elementos como artigos, pronomes, preposições e/ou formas auxiliares de verbos.

    A hipersegmentação refere-se às escritas que apresentam segmentadas subpartes de palavras; por sua vez a hipossegmentação refere-se à indissociação de elementos como artigos, pronomes, preposições e/ou formas auxiliares de verbos. CORRETA

    ResponderExcluir
  5. por favor , alguem tem as provas da disciplina: FUNDAMENTOS TEORICOS E METODOLOGICOS DA EDUCAÇAO INFANTIL? , QUEM TIVER POSTEM POR FAVOR. DESDE JA AGADEÇO, BOA NOITE!

    ResponderExcluir
  6. Resultado final : 2
    PSICOGÊNESE DA LINGUAGEM ORAL E ESCRITA
    1. CONCEBER A LINGUAGEM COMO PRÁTICA SOCIAL IMPLICA CONSIDERAR QUE:

    X a linguagem não está subordinada ao pensamento, uma vez que tem função estruturante e organizadora.
    a linguagem é fruto do pensamento e das condições orgânicas dos sujeitos.
    a sua natureza é, exclusivamente, orgânica.
    o pensamento desenvolve-se primeiro e é pré-requisito para a construção da linguagem.

    2. O CONCEITO DE LETRAMENTO PASSOU A SER INCORPORADO POR EDUCADORES BRASILEIROS VISANDO:

    X questionar abordagens que restringem a leitura e a escrita ao ato de codificar e decodificar a escrita.
    reforçar as abordagens que priorizam atividades educacionais centradas na transmissão das regras gramaticais.
    questionar abordagens que concebem a leitura e a escrita como ato de associar sons e letras.
    reforçar as abordagens que priorizam atividades educacionais centradas na repetição e cópia.

    3. Com base numa perspectiva crítico-reflexiva, a realidade cotidiana escolar e as inúmeras situações de sala de aula são resultados

    da competência individual dos professores.
    X de um complexo conjunto de condições e fatores socioeconômicos, políticos, e ideológicos.
    da receptividade e da capacidade dos alunos.
    da infraestrutura física da escola.

    4. PARA QUE A CRIANÇA SE CONSTITUA COMO SUJEITO QUE TEM NECESSIDADES E PODE MANIFESTÁ-LAS ORALMENTE É FUNDAMENTAL QUE DESDE OS PRIMEIROS ANOS DE VIDA,

    os adultos falem com as crianças pausadamente, usando expressões simples e vocabulário reduzido, enfim, respeitando as etapas de seu desenvolvimento.
    os adultos não permitam que as crianças utilizem gestos e vocalizações, pois tais manifestações podem retardar o desenvolvimento da fala.
    X suas manifestações sejam interpretadas pelos adultos, uma vez que são consideradas como potencialmente comunicativas e significativas, qualquer que seja seu conteúdo expressivo (choro, gesto, vocalização, balbucio, palavra).
    suas vocalizações, quando não entendidas pelos adultos, sejam ignoradas, provocando novas tentativas por parte da criança

    ResponderExcluir
  7. Prova concluída com sucesso!!!
    Resultado final : 2
    PSICOGÊNESE DA LINGUAGEM ORAL E ESCRITA
    1. Como contribuir para que a leitura e a escrita façam parte da vida das crianças de forma prazerosa e significativa?

    A escrita deve ser reduzida às atividades escolares, especialmente, de avaliação do desempenho dos alunos.
    O adulto não deve atribuir sentido às experiências de leitura e de escrita realizadas com a criança.
    O aluno deve realizar atividades, exclusivamente, de codificação de letras, sílabas e palavras.
    Elas devem compartilhar situações em que estejam garantidos os diferentes usos e funções sociais da escrita.

    2. As condições de produção dos gêneros discursivos estão relacionadas

    às habilidades motoras de quem escreve o texto.
    às habilidades auditivas de quem escreve o texto.
    ao local, ao momento, ao autor e ao receptor do texto.
    às habilidades visuais de quem escreve o texto.

    3. Segue abaixo:


    A instabilidade dos gêneros discursivos ocorre uma vez que as condições de produção dos textos orais e escritos são sempre únicas e singulares. Tais condições dizem respeito aos aspectos materiais e subjetivos. Quanto aos aspectos subjetivos, pode-se destacar


    a posição em que o emissor se coloca, a sua situação de formação, o seu conhecimento de mundo e o lugar social em que o texto é produzido.
    apenas a sua situação de formação, o seu conhecimento de mundo e o lugar social em que o texto é produzido.
    apenas o lugar social em que o texto é produzido.
    apenas a posição em que o emissor se coloca.

    4. Muitas das dificuldades que as crianças apresentam em relação à leitura decorrem de

    práticas que utilizam textos ou pseudotextos para a avaliação e treino das habilidades relativas à percepção visual, bem como para o ensino do léxico e de normas gramaticais.
    experiências significativas e prazerosas com diversos textos.
    incapacidades individuais e inerentes à criança.
    práticas de textos vinculadas aos interesses da criança.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!